brexit

Juncker para deputados britânicos: "Porque é que estão aqui?"

Em Bruxelas, o presidente da Comissão Europeia interrompeu o discurso para se dirigir aos eurodeputados do UKIP. O presidente do Conselho Europeu diz que UE está pronta para o "divórcio".

Jean-Claude Juncker dizia que é necessário respeitar a decisão democrática britânica quando, de repente, interrompeu o discurso para se dirigir a um eurodeputado do Partido Independentista do Reino Unido (UKIP). "Esta é a última vez que aplaude aqui", disse.

PUB

Na sessão extraordinária em Bruxelas para debater o resultado do referendo britânico, o presidente da Comissão Europeia dirigiu-se depois ao grupo do UKIP: "Em certa medida, estou muito surpreendido que estejam aqui. Lutaram pela saída. Os britânicos votaram a favor da saída. Porque é que estão aqui?".

No discurso, Juncker defendeu ainda que Londres tem que avançar com o processo de saída o quanto antes. "Quero que o Reino Unido clarifique a sua posição o mais rapidamente possível", e acrescentou, "sem haver notificação da parte do Reino Unido não haverá negociações".

UE está pronta para iniciar processo de divórcio

O presidente do Conselho Europeu afirmou que a União Europeia "está preparada para começar o processo de divórcio ainda hoje, sem qualquer entusiasmo como podem imaginar".

Donald Tusk, em declarações à entrada do Conselho Europeu, acrescentou: "Este não é o cenário com que sonhávamos".

O presidente do Conselho Europeu lembrou que a UE respeita a vontade dos eleitores britânicos, mas também têm que ser respeitados os tratados. "De acordo com estes, compete ao Governo britânico iniciar o processo de saída da UE. Esta é a única via legal que temos, todos deve estar conscientes desse facto", disse, acrescentando que é preciso "ter paciência".

Tusk anunciou ainda que vai propor aos líderes da UE a celebração de uma cimeira, "provavelmente em Bratislava", na Eslováquia, no dia 27 de setembro, para continuar a discussão sobre o futuro da UE a 27.