brexit

Mais uma demissão no Reino Unido. Gareth Johnson sai contra o acordo para o Brexit

Numa carta enviada a Theresa May, Johnson explicou que tentou conciliar o trabalho com as objeções pessoais ao acordo, mas que não pode continuar a apoiar a posição do governo, uma vez que o acordo prejudica os interesses do país.

Gareth Johnson, um deputado conservador que esteve envolvido nas negociações do Brexit, apresentou demissão esta segunda-feira, avança a agência Reuters.

PUB

Numa carta enviada a Theresa May, Johnson explicou que tentou conciliar o trabalho com as objeções pessoais ao acordo, mas que não pode continuar a apoiar a posição do governo, uma vez que o acordo prejudica os interesses do país.

A demissão de Gareth Johnson é conhecida poucas horas antes de Theresa May regressar ao parlamento.

Esta terça-feira será votado o acordo negociado pelo governo com Bruxelas para garantir uma saída ordenada da UE e um período de transição até ao final de 2020, durante o qual serão negociadas as futuras relações entre as duas partes.

Porém, dezenas dos 317 deputados do partido Conservador e os 10 deputados do Partido Democrata Unionista ameaçaram reprovar o documento devido à insatisfação com a solução de salvaguarda incluída para evitar uma fronteira física entre a região britânica da Irlanda do Norte com a vizinha europeia Irlanda.

  COMENTÁRIOS