"Não debato com criminosos pela televisão." Moro responde a Sócrates

Ministro brasileiro da Justiça respondeu de forma concisa às palavras de Sócrates, que o acusou de ser "um ativista político disfarçado de juiz".

O ministro brasileiro da Justiça, Sérgio Moro, respondeu esta terça-feira de forma contundente aos comentários que José Sócrates fez em relação à sua pessoa.

Esta segunda-feira, o antigo primeiro-ministro tinha acusado Moro de ser "um ativista político disfarçado de juiz".

Entrevistado para o programa "Fala Portugal" da Record TV Europa, Moro não quis alongar-se nos comentários, dizendo apenas: "Não debato com criminosos pela televisão."

Sérgio Moro falou esta terça-feira da Operação Marquês, caso em que Sócrates está acusado de 31 crimes, afirmando que em todo o mundo há dificuldades nos crimes de grande corrupção que envolvem pessoas com poder e identificando uma "dificuldade institucional" em Portugal em fazer avançar o processo contra o antigo primeiro-ministro José Sócrates, tal como acontece no Brasil.

LER MAIS:

- "Um ativista político disfarçado de juiz." Sócrates responde a Sérgio Moro

- Sérgio Moro reconhece que Portugal enfrenta uma "dificuldade institucional" na Operação Marquês

Continuar a ler