Internacional

Negociações do Brexit "estão a avançar" e vão continuar durante a noite

As negociações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia ('Brexit') "estão a avançar e vão continuar durante esta noite", indicou a porta-voz da Comissão Europeia.

O presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, "esteve ao telefone com o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, e depois com [a sua homóloga britânica] Theresa May. Estamos a fazer progressos, mas ainda não chegámos ao fim. As negociações vão prosseguir toda a noite", escreveu na rede social Twitter a porta-voz, Margaritis Schinas.

"Reunião [na sexta-feira] de manhã cedo, possivelmente seguida de conferência de imprensa. Esta noite, mais que nunca, fiquem atentos, com os telemóveis ligados", acrescenta o 'tweet', numa referência a uma reunião com a chefe do executivo britânico em Bruxelas.

Bruxelas e Londres estão a esforçar-se por concluir até ao fim da semana um acordo sobre os principais aspetos do divórcio, a fim de passar a uma segunda fase de negociações, dedicada à sua relação futura.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, tinha antes precisado que faria uma declaração à imprensa sobre o estado das negociações do 'Brexit' na sexta-feira, às 7h50 em Bruxelas (6h50 de Lisboa), após a qual deverá partir para uma visita à Hungria, às 8h15 (7h15 em Lisboa), precisou uma fonte europeia.

"A menos de uma semana do Conselho (cimeira) da UE, o senhor Tusk fará um ponto da situação sobre o estado do 'Brexit', qualquer que ele seja amanhã de manhã", explicou a mesma fonte.

Em Londres, Downing Street escusou-se a emitir, por enquanto, qualquer comentário.

A União Europeia e o Reino Unido falharam na segunda-feira, após um almoço entre Juncker e May, em selar um acordo sobre as linhas gerais do seu divórcio, encalhando na questão relativa ao futuro da fronteira irlandesa após o 'Brexit'.

Esta questão é uma das três prioridades desta primeira fase das negociações do 'Brexit', juntamente com a regulamentação financeira da separação e os direitos dos cidadãos estrangeiros.

Os europeus exigem "avanços suficientes" nestas três frentes para aceitar abrir uma segunda fase de negociações, incluindo as negociações comerciais exigidas com insistência por Londres.

May afirmou na quarta-feira que Londres e Bruxelas estavam "a pontos" de passar à segunda fase do processo negocial.

O objetivo dos europeus é selar este acordo rapidamente para poderem proceder à sua validação na cimeira europeia agendada para 15 de dezembro em Bruxelas.

  COMENTÁRIOS