Natal

Papa Bento XVI condena os que semeiam a violência e a guerra

O Papa Bento XVI condenou em termos muito duros aqueles que semeiam a violência e a guerra no mundo, durante a tradicional Missa do Galo, na Basílica de São Pedro, em Roma.

«Senhor, cumpre por inteiro a tua promessa. Quebra os bastões dos torcionários. Queima as botas ruidosas (dos soldados). Faz com que termine o tempo dos casacos ensanguentados», pediu o pontífice durante a homilia, falando para os milhares de fiéis reunidos na praça do Vaticano.
   
«Te damos graças por tua bondade, mas também te rogamos: mostra o teu poder. Ergue no mundo o domínio da tua verdade, do teu amor; o reino da justiça, amor e paz», disse Bento XVI.
   
O pontífice deverá desenvolver este tema no sábado, dia de Natal, na sua mensagem antes da tradicional bênção «Urbi et Orbi», que geralmente dedica a conflitos mundiais.