Pentágono transfere mil milhões para construção de muro entre EUA e México

O Pentágono autorizou a transferência de mil milhões de dólares para a construção de um novo muro ao longo da fronteira entre os Estados Unidos e o México. Os democratas estão contra a decisão.

O Departamento de Defesa disponibilizou mil milhões de dólares (884 milhões de euros) para a construção do muro na fronteira sul dos Estados Unidos. Estes são os primeiros fundos ao abrigo da emergência nacional declarada pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, para contornar o Congresso e construir a barreira prometida durante a campanha eleitoral.

Em comunicado, o Pentágono informa que o secretário de Defesa dos EUA, Patrick Shanahan, "autorizou o comandante do corpo de engenheiros do Exército a planear e executar a construção de 'vedações pedestres' com 92 quilómetros de extensão e seis metros de altura". A verba destina-se também à construção de uma estrada e instalação de iluminação ao longo da linha de fronteira.

A declaração cita uma lei federal que "dá ao Departamento de Defesa a autoridade para construir estradas, cercas e instalar iluminação para bloquear corredores de tráfico de droga nas fronteiras internacionais dos Estados Unidos em apoio a atividades antidroga".

Decisão contestada

Senadores democratas acusam o Pentágono de não ter tido o consentimento das "comissões apropriadas" antes de notificar o Congresso da transferência de fundos. "Opomo-nos fortemente à transferência de fundos sem a aprovação da comissão de Defesa do Congresso, o que viola as disposições legais", escreveram os senadores em carta enviada a Shanahan, relata a CNN .

Donald Trump declarou, em fevereiro, o estado de emergência, alegando razões de segurança, para conseguir canalizar fundos orçamentais para a construção do muro ao longo da fronteira com o México, uma das bandeiras de campanha eleitoral, em 2016.

Os democratas classificaram a declaração como inconstitucional e o Senado, controlado pelos democratas, aprovou uma resolução para revogar a emergência. No entanto, Trump vetou a resolução.

Para anular a emergência nacional é necessária uma maioria de dois terços em ambas as câmaras, o que, segundo vários analistas, é pouco provável.

LER MAIS:

- Trump justifica muro entre EUA e México com "crescente crise humanitária"

- Donald Trump exige cinco mil milhões de dólares para construir muro com o México

- Trump não precisa da aprovação do Congresso para construir muro na fronteira com México

- Democratas e republicanos anunciam acordo provisório sobre muro exigido por Trump

- É oficial. Trump declara emergência nacional para construir muro na fronteira com México

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de