Português condenado a perpétua por violar jovem. Videochamada resolveu o caso

A jovem estava a falar por videochamada com o namorado no momento em que foi agredida. A captura de ecrã feita no momento foi fundamental para resolver o caso.

Um português que vive em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão de uma jovem na cidade de Leed, em junho do ano passado.

O homem, que estava a cumprir pena suspensa por violência doméstica, foi identificado devido a uma videochamada.

Samuel Fortes, de 27 anos, seguiu a jovem, agora com 20 anos, pelo centro de Leeds, quando ela regressava de uma saída à noite, antes de a violar e lhe bater várias vezes.

No momento da agressão, conta o jornal de Times, a jovem estava a fazer uma videochamada com o namorado, o que acabou por revelar-se um elemento chave na investigação, já que o foi feito uma captura de ecrã que permitiu a identificação do português.

O homem, que chegou ao Reino Unido há nove anos, foi ainda incluído no registo de agressores sexuais por tempo indeterminado e deverá cumprir no mínimo oito anos de prisão.

Continuar a ler