Quatro mil anos não apagaram as cores deste túmulo no Egito

Há uma nova descoberta rara em Saqqara: um túmulo de cores vivas e particularmente bem preservadas.

O Ministério das Antiguidades do Egito anunciou a descoberta de um túmulo invulgarmente bem preservado na necrópole de Saqqara.

Estima-se que o local tenha quatro mil anos, mas as cores vivas das pinturas e hieróglifos nas paredes estão a impressionar os especialistas.

Este túmulo pertenceria a um nobre identificado como Khuwy, alto funcionário da V dinastia, que teve lugar entre os séculos 25 e 24 a.C., pouco depois da grande pirâmide de Giza ter sido construída.

A descoberta foi feita no mês passado, mas só divulgada em abril pelo Governo egípcio.

Já em dezembro fora encontrado em Saqqara um túmulo intacto e incólume , uma descoberta rara nas últimas décadas.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de