Internacional

Encontrado corpo de lusodescendente desaparecida em França

Maëlys de Araújo estava desaparecida desde agosto do ano passado.

A polícia francesa encontrou os restos mortais de Maëlys de Araújo, a lusodescendente desaparecida em França em agosto do ano passado em Pont-de-Beauvoisin, no leste de França.

O autor confesso do rapto, Nordahl Lelandais, foi levado ao local de desaparecimento da menina de nove anos e terá indicado onde escondeu o corpo.

"A neve não facilitou o trabalho dos cães, mas eles permitiram que se descobrisse há poucos minutos um crânio de uma criança e um osso longo, não sei ainda de que parte do corpo. É esta a situação a esta altura. Sabemos que a Maëlys está morta".

De acordo com o jornal Le Parisien e a estação de rádio FranceInfo, foram encontrados restos de sangue no carro do ex-militar correspondentes ao ADN de Maëlys e o suspeito pediu, depois, para ser ouvido pelos magistrados.

Nessa audiência, hoje, Nordahl Lelandais teria dado indicações sobre a localização do corpo e falado em acidente, ainda de acordo com o Le Parisien.