Já foram identificadas as 12 vítimas mortais do acidente em França

As 12 vítimas mortais do acidente perto de Lyon, França, são dos concelhos de Cinfães, Sernancelhe, Oliveira de Azeméis, Pombal, Castelo de Paiva, Arouca e Trancoso.

As autoridades francesas já concluíram a identificação dos 12 emigrantes portugueses que morreram quinta-feira à noite: dois homens tinham morada em Oliveira de Azeméis, um em Castelo de Paiva, um em Trancoso, um em Arouca, uma mulher em Pombal, existindo ainda um casal de Sernancelhe, e uma família (um casal e uma filha) e um homem, de Cinfães.

Os 12 portugueses, com idades entre os sete e os 63 anos, morreram na sequência de um choque frontal entre a carrinha em que seguiam e um veículo pesado, cerca das 23:45 de quinta-feira, na estrada nacional 79, perto de Lyon, na localidade de Moulins (centro).

O único sobrevivente dos 13 passageiros da carrinha é o condutor, um jovem de 19 anos, também português, que foi hospitalizado em estado de choque.

O procurador público de Moulins, Pierre Gagnoud, anunciou que as autoridades vão averiguar se a carrinha, com capacidade até seis passageiros segunda a marca, tinha condições para transportar 13 pessoas.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e os primeiros-ministros português, António Costa, e francês, Manuel Valls, expressaram condolências às famílias das vítimas, que viajavam da Suíça para passarem a Páscoa em Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de