Mais de 6700 rohingya mortos num mês

Os dados são dos Médicos Sem Fronteiras. A violência contra a minoria rohingya na antiga Birmânia já levou à fuga de 647 mil pessoas.

Os cálculos dos Médicos Sem Fronteiras são baseados em contactos feitos com os refugiados que se deslocaram em massa para o Bangladesh.

Entre 25 de agosto e 24 de setembro, a organização registou 6700 mortes. Destas, mais de 730 são crianças com menos de cinco anos.

Ainda assim, os Médicos Sem Fronteiras dizem que o número pode ser superior: falam de cerca de 9 mil mortos.

Estimativas que contrastam com os dados oficiais das autoridades birmanesas, que aponta para 400 mortos.

A violência contra a minoria rohingya em Myanmar, antiga Birmânia, já levou à fuga de 647 mil pessoas para o Bangladesh.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de