Morreu o comediante e ativista dos Direitos Humanos Dick Gregory

"A família agradece as demonstrações de pesar e solidariedade e solicita respeitosamente privacidade durante este momento difícil", pode ler-se numa nota, citada pela agência noticiosa Efe

O comediante e ativista dos Direitos Humanos Dick Gregory morreu no sábado à noite aos 84 anos, devido a uma insuficiência cardíaca, noticiaram os meios de comunicação.

"É com grande tristeza que a família Gregory confirma que seu pai, um comediante lendário e ativista de Direitos Humanos, Dick Gregory, morreu sábado à noite em Washington", anunciou o seu agente.

"A família agradece as demonstrações de pesar e solidariedade e solicita respeitosamente privacidade durante este momento difícil", acrescenta a mesma nota, citada pela agência noticiosa Efe.

"Ele ensinou-nos a rir, ensinou-nos a lutar, ensinou-nos como viver", afirma o reverendo Jesse Jackson na sua conta na rede social Twitter.

"Dick Gregory, um contador de verdades, um comediante que nos fazia cair de riso", disse a atriz Woophi Goldberg, que lembrou também a sua faceta reivindicativa.

A realizadora do filme "Selma", Ava DuVernay, citou um texto recente de Gregory sobre o seu 85.º aniversário, que se completaria a 12 de outubro.

"Eu sei que não vou estar aqui para sempre, nem quero. Eu vi progresso como a maioria não consegue apreciar, porque eles não estavam lá para dar testemunho", escreveu o ator na sua conta na rede social Instagram. Ava DuVernay afirmou: "Dick Gregory ensinou-nos e amou-nos. Obrigado Dick Gregory".

O ator Samuel L. Jackson afirmou, por seu turno: "Descansa em paz Dick Gregory, um general de cinco estrelas na guerra pelos Direitos Humanos! Estou feliz por ter estado no teu mundo".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de