Morreu Shimon Peres

Foi Prémio Nobel da Paz, num território em guerra constante nas últimas décadas. No estado de Israel, ocupou quase todos os cargos, e foi presidente até 2014.

Shimon Peres morreu esta madrugada, aos 93 anos.

O genro, que foi também o seu médico pessoal, confirmou a morte, devido a complicações relacionadas com um acidente vascular cerebral sofrido há quase duas semanas (13 de setembro).

Estava desde essa altura Internado na unidade de cuidados intensivos, sedado e com respiração assistida.

Peres era o último sobrevivente da geração dos "pais fundadores" de Israel e foi um dos principais artesãos dos acordos de Oslo, assinados com os palestinianos em 1990, o que lhe valeu a atribuição do Nobel da Paz em 1994, ao lado de Yitzaak Rabin e Yasser Arafat.

Shimon Peres ocupou quase todos os mais importantes cargos políticos em Israel -- ministro de várias pastas em vários governos, primeiro-ministro interino, primeiro-ministro e presidente (2007-2014).

Mas foi como ministro dos Negócios Estrangeiros que ganhou mais protagonismo, na negociação de vários acordos de paz.

Foi um histórico do partido trabalhista de Israel.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de