Movimento #MeToo é a personalidade do ano da revista Time

Time distingue assim o "ato de coragem" de quem partilhou nas redes sociais histórias pessoais de assédio sexual.

A revista Time escolheu destacar o movimento #MeToo enquanto "Personalidade do Ano".

Na capa tradicionalmente dedicada à pessoa que que mais influente do ano, para o bem ou para o mal, surgem este ano cinco mulheres.

A atriz Ashley Judd, Susan Fowler, Adama Iwu, a cantora Taylor Swift e Isabel Pascual confessaram este ano terem sido vítimas de assédio sexual, levando a que muitos outros partilhassem histórias semelhantes.

Estas "Silence Breakers" ("quebradoras do silêncio") representam as milhares de pessoas, mulheres mas também homens, que também denunciaram casos de assédio sexual nas redes sociais, através do movimento espontâneo #MeToo (#EuTambém").

Um "ato de coragem" que a revista Time aplaude desta forma, disse o editor da Time Edward Felsenthal ao programa "Today" da NBC.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de