Nicolas Maduro sai em defesa de Dilma e Lula

O presidente venezuelano considera que a presidente brasileira e o ex- chefe de Estado estão a ser alvo de "um golpe mediático-judicial" e apela à solidariedade mundial para com os dois.

A declaração de Nicolas Maduro foi feita na sua conta do Twitter.

O presidente venezuelano escreveu que o que se está a passar no Brasil é "uma ofensiva imperial que pretende acabar com as forças progressivas e revolucionárias".

No 'twitt' lançado esta quinta-feira, o chefe de Estado da Venezuela apela a "que o movimento popular e democrático da nossa América se levante para enfrentar o golpe no Brasil. É tempo de luta".

Um despacho judicial suspendeu hoje o ato de nomeação do ex-Presidente Lula da Silva como ministro da Casa Civil do Governo de Dilma Rousseff.

A nomeação de Lula para o Governo está a ser encarada como uma forma de o ex-Presidente evitar as investigações de que é alvo no âmbito da Operação Lava Jato, sobre um esquema de corrupção que envolve várias empresas, incluindo a petrolífera estatal Petrobras.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de