Macron quer Notre-Dame reconstruída e "ainda mais bonita" em cinco anos

Chefe de Estado francês elogiou a capacidade de mobilização demonstrada no combate ao incêndio na catedral.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, disse esta terça-feira que a Catedral de Notre-Dame, em Paris, parcialmente destruída por um incêndio, estará reconstruída "em cinco anos".

"Vamos reconstruir a catedral ainda mais bonita e quero que seja concluída em cinco anos", afirmou o Presidente num muito curto discurso na televisão, 24 horas depois do desastre.

"O incêndio de Notre-Dame lembra-nos a nossa história e não o esqueceremos. Lembra-nos, também, que haverá sempre desafios a superar", declarou o chefe de Estado francês, que qualificou os bombeiros como "heróis", que lutaram contra as chamas, durante 15 horas.

"O que vimos nessa noite foi a capacidade de mobilização, de nos unirmos para vencer. Ao longo da nossa história construímos cidades, portos, igrejas, muitos queimados... E de cada vez que isso aconteceu, reconstruímos", garantiu.

Na segunda-feira à noite, Macron lançou uma grande subscrição nacional para a reconstrução do monumento e as doações ultrapassam já os 700 milhões de euros, de grandes fortunas e grupos industriais franceses.

A estrutura do telhado de Notre-Dame foi devastada pelo fogo e sua torre de 93 metros desabou, mas o edifício com mais de 800 anos permaneceu de pé.

Em 2024, Paris acolhe mais uma edição dos Jogos Olímpicos.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O INCÊNDIO EM NOTRE-DAME.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados