Protestos voltam às ruas da Tunísia contra o aumento dos preços e dos impostos

Uma pessoa morreu e pelo menos cinco foram hospitalizadas.

Os tumultos voltaram às ruas de várias cidades da Tunísia, onde nasceu em 2011 a chamada Primavera Árabe. As manifestações começaram no domingo, contra o Orçamento de 2018, onde o governo prevê uma subida dos preços e também dos impostos.

As autoridades responderam com violência e hoje, numa cidade nos arredores da capital, o protesto degenerou em confrontos com a polícia e levou à morte de uma pessoa. Nesta altura, as manifestações estendem-se a dez cidades, a maioria no interior. Os protestos são liderados por jovens e convocados pelas redes sociais sob o lema "Que podemos esperar de vós?".

Esta é uma interpelação direta ao governo, quando a jovem população da Tunísia procura empregos e melhores condições de vida. Nalguns protestos, os manifestantes exibiam a bandeira da vizinha Argélia, que tem sido destino alternativo para muitos jovens tunisinos.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de