Vai nascer em Londres a primeira escola bilingue anglo-portuguesa

Agora falta encontrar um edifício ou terreno para instalar a escola que terá capacidade para 400 alunos entre os 4 e os 11 anos, ou seja, desde o pré-escolar ao segundo ciclo.

O departamento de educação britânico deu luz verde à criação da primeira escola bilingue Anglo-Portuguesa. Por trás do projeto está Regina Duarte, coordenadora do Instituto Camões no Reino Unido.

A ideia surgiu há alguns anos e nasceu da necessidade da comunidade portuguesa de ter uma escola bilingue. Ou seja, onde se lecione o programa curricular britânico quer em inglês, quer em Português. Os pedidos eram muitos e aumentaram com a vaga de emigração para o Reino Unido.

A escola será gerida por uma fundação da qual fará parte o Instituto Camões como elemento fundador mas incluirá também elementos da sociedade britânica e da comunidade portuguesa.

O programa curricular será, em grande parte, igual ao lecionado na rede escolar britânica. As diferenças existirão sobretudo no programa das disciplinas de História, Geografia e Português.

Agora a prioridade é encontrar um edifício para recuperar ou um terreno onde construir, algo que poderá sofrer ligeiros atrasos inerentes ao risco de construir em Londres.

Em Londres, há mais três escolas bilingues: a alemã, a francesa e a chinesa. Com a criação da escola portuguesa, surge o reconhecimento da importância e dinâmica de uma das principais comunidades europeias em Londres. A expectativa é de que a primeira escola anglo-portuguesa no Reino Unido abra portas em Setembro 2018.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de