Algo com algas

Chef Pedro Mendes lançou um livro que inclui 40 receitas em que as algas são ponto focal.

É hora de saborear algo com algas. A proposta, concretizada em livro, foge, de algum modo, aos padrões gastronómicos mais tradicionais, mas traz à mesa um ingrediente pouco conhecido.

A ideia foi concebida por Pedro Mendes, um chef que gosta de fazer coisas diferentes.

Deixou o curso de Direito a meio para correr mundo atrás da paixão pela cozinha.

Frequentou, em França, a elitista academia de Alain Ducasse, uma fonte de inspiração e de experiências únicas, que cimentaram o percurso do chef, empenhado em procurar e utilizar produtos que considera mal- amados.

Trouxe as algas para a ribalta com receitas e harmonias vínicas. É um livro que reflete o empenho do chef Pedro Mendes na procura de novos ingredientes e de produtos nacionais, alguns arrancados ao esquecimento, para valorizarem uma cozinha de alto nível com raízes na tradição.

Senhor de uma mente irrequieta e criativa, percorre com frequência o caminho da descoberta e da investigação. Nesse caminhar atento, um belo dia pontapeou, ao acaso, uma bolota.

Foi a pedra de toque para a investigação; o mote para o "Renascer da Bolota", uma obra marcante, que recuperou aquele fruto para a gastronomia.

O gosto pela investigação levou-o, entretanto, do campo ao mar. Para um mergulho oceânico, profundo e muito determinado.

O frenético dia-a-dia de um chef, não permite espaço para projetos de outra índole. Por vezes, permanecem em salmoura durante anos. Até que surge a oportunidade, neste caso, criada pela pandemia.

O momento ideal, nestes tempos de reinvenção de hábitos, para apresentar novas propostas, fruto da inquietude criativa de um chef.

Dar protagonismo a produtos pouco conhecidos, sem tradição na gastronomia portuguesa, tem para Pedro Mendes uma razão de ser. É uma opção que surge numa altura em que a sustentabilidade é preocupação maior. A gastronomia está numa encruzilhada em relação ao futuro.

Para desmontar preconceitos e sugerir, com o encanto das novas descobertas, abordagens sugestivas que vão da feijoada com algas ao arroz de línguas de bacalhau e algas ou ao robalo escalfado em caldo de algas.

Receitas tradicionais com sabor marinho e a mais-valia de novos ingredientes para chegar a um público vasto.

As quatro dezenas de receitas foram harmonizadas com Vinhos do Tejo, região com forte influência atlântica.

Um namoro que tinha tudo para dar certo. Acabou em casamento feliz, sublinha Pedro Mendes. São sublimes criações ou não fosse cada prato um pequeno livro de contos.

Pedro Mendes continua a escrever a história pessoal no mundo da gastronomia em Vila Viçosa; mas, todos os dias, sente o cheiro inspirador da maresia.

Por agora, é tempo de folhear a centena de páginas de "Algo com algas", uma edição bilingue, em português e inglês. As fotos assinadas por João Fernandes fazem crescer água na boca.

Das entradas aos pratos de resistência, são 40 receitas condensadas neste livro, que exalta a riqueza proteica daquele alimento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de