Colinas que expressam identidade bairradina

O ondulado de suaves colinas cobertas de vinhedos, que se enchem de múltiplas cores mal termina a faina vindimadora, num horizonte recortado por serras, é uma imagem da Bairrada e em particular de uma quinta cujos vinhos expressam a identidade única da região.

A Quinta Colinas de S. Lourenço, em S. Lourenço do Bairro, no coração da Bairrada, estende-se por 80 hectares de vinhas plantadas em solos argilo-calcários, que beneficiam do clima fresco clima atlântico e do aconchego protetor das serras do Buçaco e do Caramulo.

Ali são produzidos, com os mais avançados processos de vinificação, os vinhos Colinas, com a chancela da Ideal Drinks e a assinatura do enólogo consultor, o francês Pascal Chatonnet, nome conceituado no mundo dos vinhos e um dos maiores especialistas em barricas.

O lançamento da nova gama Colinas - Reserva Tinto 2012; Rosé 2019 e Branco Chardonnay 2018 - foi ideal para a adoção de uma nova imagem, baseada num design marcado pela modernidade.

O objetivo foi «renovar a leitura e descrição dos novos produtos, simplificando a imagem, tornando-a mais minimalista e geométrica e, por isso, mais próxima dos cânones de design da atualidade», justifica José Dias, CEO da empresa especializada na produção e distribuição de vinhos, destilados e azeites de excelência, destinados a promover o melhor que se faz em Portugal.

Ao todo, são oito as propriedades da empresa, algumas delas emblemáticas, por serem testemunhos únicos da história, cultura e tradições portuguesas, disseminadas pelas regiões demarcadas da Bairrada (quintas Colinas de S. Lourenço, da Curia e da Malandrona), Dão (Quinta de Bella) e Vinhos Verdes (Quinta da Pedra, Quinta dos Milagres e Paço de Palmeira) e onde são produzidas as diversas marcas do vasto portefólio de referências, entre elas Principal, Dom Bella e Quinta da Pedra.

Na Quinta Colinas de S. Lourenço, a primeira das propriedades da Ideal Drinks, criada em 2010 por Carlos Dias e com uma estratégia de globalização bem definida, é produzida a nova trilogia Colinas: Reserva Tinto Tinto 2012 (Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon e Merlot), com notas de fruta preta madura, notas de especiarias e volumoso na boca; Rose 2019 (Pinot Noir), de cor rosa salmão e aspeto mineral é muito versátil; acompanha bem petiscos e carne grelhada; Chardonnay 2018 (Chardonay), um branco de cor citrina, elegante pela mineralidade, revela-se ideal para acompanhar peixes grelhados, mariscos e queijos.

Três vinhos de perfil moderno para vários tipos de harmonizações, agora com uma nova imagem.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de