Gin de rama de oliveira? Sim, vai aparecer na Bairrada

Está a surgir na Bairrada, mais concretamente na Mealhada, um gin de rama de oliveira.

Em terra de vinho, um dentista, jovem empreendedor, depois de já ter lançado um azeite e um molho picante, está agora prestes a apresentar na antiga destilaria do Instituto da Vinha e do Vinho, um gin que surge ligado às raízes da história deste concelho bairradino.

Diz a história que a oliveira que se encontra junto ao Convento de Santa Cruz, no Bussaco, foi onde o general Wellington prendeu o cavalo aquando da terceira invasão francesa. A ideia original de um gin inovador esteve sempre ligada às oliveiras, mas não começou pela rama. As primeiras tentativas foram mesmo para criar um gin de azeite, mas a aposta era "arriscada", conta Rui César. "Fizemos algumas provas, não seria impossível, mas o trabalho seria muito", acrescenta.

Por isso, saiu um gin de rama de oliveira. "Queríamos associar a rama de oliveira a um símbolo e à história do nosso concelho", diz.

Para os apreciadores de gin, Rui César deixa antever, na reportagem áudio, o paladar deste sabor original.

Feito para agradar ao público feminino e masculino, o gin de rama de oliveira teve aconselhamento de uma destilaria e de um químico, professor universitário, para garantir a qualidade.

A apresentação pública do gin de rama de oliveira acontece a 25 de maio, na Mealhada, na antiga destilaria do Instituto da Vinha e do Vinho, que foi restaurada pela autarquia local.

O dentista empreendedor da Mealhada começou por lançar um azeite - "Avó Chica" -, depois um molho picante - "Chico Esperto" - e agora aposta num gin de rama de oliveira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de