Restaurante de José Avillez sobe ao 42.º lugar na lista dos melhores do mundo

Mirazur foi considerado o melhor restaurante do mundo.

O restaurante Mirazur (França) foi considerado o melhor restaurante do mundo, enquanto o português Belcanto, de José Avillez, ascendeu pela primeira vez à primeira metade da lista, ficando em 42.º lugar, anunciou, esta terça-feira, a organização.

A lista dos 50 melhores restaurantes ('The World's 50 Best Restaurants') de 2019 foi divulgada esta terça-feira, numa cerimónia em Singapura.

O melhor restaurante do mundo é o restaurante Mirazur (Menton, sul de França), que subiu da terceira posição, no ano passado, depois de ter também conquistado a terceira estrela do guia Michelin.

Sobre o restaurante, que há 10 anos figura na lista dos 50 melhores, a organização destaca a sua "equipa de cozinheiros escandalosamente talentosos", liderada pelo argentino Mauro Colagreco.

Em segundo lugar ficou o Noma, agora com uma nova localização, na ilha de Refshalevej, na capital dinamarquesa, depois de ter liderado a lista por quatro vezes (2010, 2011, 2012 e 2014).

"O Noma original foi, sem dúvida, um dos restaurantes mais importantes da sua geração. Com a sua comida, René Redzepi desenvolveu um novo género de cozinha", comenta a organização, na descrição da lista dos premiados.

Segue-se o Asador Etxabarri (Axpe, norte de Espanha), cujo 'chef' Victor Arguinzoniz "tem a notável capacidade de obter sabores explosivos de ingredientes aparentemente simples, a maioria dos quais grelhados".

Na cerimónia esteve presente o 'chef' português José Avillez, cujo restaurante Belcanto (Lisboa, com duas estrelas Michelin), subiu da 75.ª posição para a 42.ª, entrando pela primeira vez na primeira metade da lista (do primeiro ao 50.º lugares).

"É uma grande honra receber esta distinção; é uma distinção para a equipa, uma equipa muito grande que trabalha todos os dias para sermos melhores", disse à Lusa o 'chef' português.

O prémio, acrescentou, "é para o Belcanto", mas também para "a gastronomia portuguesa, para Lisboa, para pôr a gastronomia [portuguesa] no mapa".

"Um estabelecimento lendário que abriu as suas portas como um clube para homens em 1958, o 'chef' José Avillez pegou no leme do Belcanto em 2012. Sob a sua navegação culinária, o restaurante mereceu a sua primeira estrela Michelin nesse ano; uma segunda seguiu-se apenas dois anos depois", refere a organização, que descreve a cozinha de Avillez como fazendo "um uso total da costa portuguesa".

A escolha dos melhores restaurantes do mundo faz-se, todos os anos, desde 2002, contando com os contributos de mais de mil especialistas em gastronomia e procura "revelar alguns dos melhores destinos para experiências culinárias únicas, além de ser um barómetro para tendências gastronómicas globais", segundo os promotores da lista dos 50 melhores restaurantes da lista.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de