Uma volta ao mundo dos vinhos a partir de Ponte da Barca

Inovação e ousadia são atributos que retratam o trabalho desenvolvido, nos últimos anos, pela Adega Cooperativa de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez. O lançamento do 500 Sauvignon Blanc e do Espumante Vinhão Bruto 2020 reflete essa aposta na marcante irreverência da cooperativa, que deste modo proporciona uma prazenteira volta ao mundo dos vinhos.

A Sauvignon Blanc, casta originária de Bordéus, é hoje uma das mais conhecidas e plantadas em todo o mundo, acentuando o perfil dos renomados vinhos brancos franceses e, muito em especial, da Nova Zelândia e do Chile.

No ano em que se assinalam cinco séculos da viagem de circum-navegação efetuada por Fernão de Magalhães, cuja local de nascimento permanece envolto em polémica, reclamando Ponte da Barca e Sabrosa tal estatuto, a Adega Cooperativa minhota ousou surpreender.

Sem ferir o orgulho das castas locais, nem retirar o legítimo peso das tradicionais Loureiro e Vinhão, prendadas e intocáveis damas, que proporcionam vinhos frescos e muito elegantes, foi produzido um mundano Sauvignon Blanc com características distintas, graças à frescura proporcionada pela proximidade do Atlântico e à mineralidade dos solos de natureza granítica.

O 500 Sauvignon Blanc, nascido e produzido no Alto Minho, sem subverter os valores basilares da região e da adega que engloba um milhar de associados, é produzido a partir de vindima manual, A vinificação processa-se através de uma maceração suave e de decantação ao longo de 12 horas. Em seguida, a fermentação, com leveduras selecionadas, a temperatura controlada, preserva os aromas primários da casta.

Com assinatura do enólogo José Oliveira, este Sauvignon Blanc tem cor pálida; no nariz, sobressaem os aromas vegetais, as notas de frutos cítricos e da maçã verde, Bem estruturado, persiste na boca, sendo recomendado como aperitivo ou para acompanhar mariscos, sushi, saladas e pratos de peixe e de carnes brancas.

Espumante de vinhão bruto

A origem conta, frase lapidar que dá o mote à moderna fase, marcada por profícua aposta na criatividade e na inovação, ilustra da melhor forma outro recente lançamento: o Espumante Vinhão Bruto 2020.

É uma novidade da quase sexagenária Adega de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez, produzida a partir das uvas da casta Vinhão, uma das rainhas nos 1 200 hectares de vinha agregada à instituição.

A última vindima, realizada de modo prematuro, mas sob fantásticas condições atmosféricas, proporcionou a obtenção de um vinho verde tinto de eleição, aproveitado para obter um espumante senhor de alguma extravagância. Potente em termos aromáticos e elegante, graças à espumantização.

Com notas de frutas do bosque e muita frescura, é ideal para acompanhar lampreia, cabrito ou leitão. Um trio de sugestões gastronómicas que "casa" muito bem com um espumante à moda do Minho. Porque, a origem conta. E muito!

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de