Depósitos das famílias portuguesas caem 2.000 ME em agosto - BCE

Os depósitos das famílias nos bancos portugueses desceram mais de 2.000 milhões de euros em agosto face a julho, para 141,3 mil milhões de euros, segundo dados hoje divulgados pelo Banco Central Europeu (BCE).

De acordo com a informação de Frankfurt, em agosto, o valor que os particulares (sobretudo famílias) tinham depositado nos bancos que operam em Portugal era de 141,3 mil milhões de euros, o que compara com os 143,5 mil milhões de julho, ou seja, menos 2.200 milhões de euros.

Já nas empresas, houve um aumento dos depósitos, com os 37,1 mil milhões de euros registados em agosto a significarem mais 400 milhões de euros do que o valor depositado em julho (36,7 mil milhões).

Face aos valores depositados em final de 2016, a redução é de 900 milhões de euros nos depósitos de famílias e particulares e de mais 3,4 mil milhões de euros no caso das empresas, ainda segundo dados do BCE.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de