Faturação da indústria agroalimentar deve ultrapassar 17 mil ME em 2019 -- FIPA

Lisboa, 25 jun 2019 (Lusa) -- O presidente da federação de indústrias agroalimentares estimou hoje que o setor deve ultrapassar 17 mil milhões de euros de faturação este ano, valor que compara com os cerca de 16 mil milhões de euros registados em 2018.

O anúncio foi feito durante o 7.º congresso da Federação de Indústrias Portuguesas Agroalimentares (FIPA), que decorreu hoje, em Lisboa, e que teve como mote o futuro da alimentação.

De acordo com o responsável, citado em comunicado, dos 17 mil milhões de euros previstos, cinco mil milhões "são fruto do trabalho ao nível das exportações".

Jorge Tomás Henriques avançou ainda que esta indústria é composta por mais de 11 mil empresas e responsável por cerca de 115 mil postos de trabalho diretos e 500 mil indiretos.

"Esperamos que, para o nosso setor em particular e após os compromissos de reformulação, fique definitivamente afastada, no próximo Orçamento do Estado, a ameaça de impostos especiais ao consumo e que haja vontade política de eliminar o imposto discriminatório que foi aplicado às bebidas refrescantes", acrescentou o presidente da FIPA.

Por sua vez, o secretário de Estado da Defesa do Consumidor afirmou que Portugal pode "orgulhar-se" da sua indústria agroalimentar, que tem uma "importância estratégica na dinamização da economia nacional".

João Torres referiu ainda que este setor "tem vindo a registar um dinamismo crescente e uma boa 'performance' tanto no mercado nacional como nos mercados internacionais".

O governante manifestou também a disponibilidade "inequívoca" do Governo para a criação de um diálogo entre os vários envolvidos na cadeia agroalimentar no sentido de trabalhar na superação dos desafios que o setor enfrenta.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de