Internacional

Movimento da sociedade civil guineense tem novo presidente

O movimento da sociedade civil da Guiné-Bissau, plataforma que junta mais de 150 organizações, elegeu Fodé Sanhá, até aqui presidente da associação de defesa do consumidor, seu novo líder, disse hoje à Lusa fonte da organização.

A eleição de Fodé Sanhá, técnico do ministério da Saúde Pública guineense, ocorreu no quarto congresso do Movimento, realizado no fim-de-semana, em Bissau, com a votação no domingo.

Num universo de 122 delegados ao congresso, Fodé Sanhá obteve 46 votos, Osvaldo Nanque arrecadou 38 votos e o jurista Fodé Mané 32 votos.

Sanhá, que se apresentou com o lema "para uma sociedade civil coesa, unida rumo ao desenvolvimento sustentável", acredita que juntando todas as sensibilidades o movimento da sociedade civil guineense "será forte".

Prometeu "trabalhar com todos" e fazer com que o movimento se afaste das lutas partidárias.

Fodé Sanhá substituiu no cargo Jorge Gomes, a frente de uma das organizações mais participativas no processo político guineense, quer enquanto observadora, quer como mediadora das desavenças entre os atores políticos.

O movimento, fundado em 1999 no decurso do conflito político-militar, reagrupa organizações de jovens, mulheres, associações de base, confissões religiosas, sindicatos, organizações não-governamentais, entre outras.