Portugal apoia remodelação de liceu em São Tomé para jogos desportivos da CPLP

Portugal apoiará com 328 mil euros, através da CPLP, a remodelação do Liceu Nacional de São Tomé e Príncipe, que alojará em julho as delegações dos jogos desportivos do bloco lusófono, declarou hoje um responsável da instituição lusófona.

"A X Conferência dos Ministros da Juventude e dos Desportos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, que decorreu em Caminha, em julho de 2017, confirmou a realização dos XI Jogos Desportivos da CPLP" em São Tomé e Príncipe, afirmou à agência Lusa Manuel Lapão, diretor da cooperação do secretariado-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Segundo Manuel Lapão, Portugal - que neste momento tem a presidência desta conferência ministerial - resolveu apoiar São Tomé e Príncipe através da CPLP, identificando os recursos necessários, que posteriormente foram transferidos para o fundo especial da instituição lusófona.

"A partir deste momento, a CPLP estabeleceu contactos com as autoridades são-tomenses para fazer o documento de ação pontual como uma atividade de CPLP em São Tomé", sublinhou o diretor da cooperação

O montante total do projeto é de 401.580,28 euros, sendo que Portugal disponibilizou 349.375,00 euros para São Tomé e Príncipe executar as obras no Liceu Nacional.

"Com as nossas regras (CPLP) e depois de algumas retenções, será transferido para a Direção-Geral dos Desportos, estrutura do Ministério da Juventude e dos Desportos de São Tomé, 328.412,50 euros", segundo Lapão.

O restante do valor fica a cargo de São Tomé e Príncipe, que deverá encontrar outros cofinanciadores.

"Esta ação pontual tem objetivos específicos, sendo um deles as obras de beneficiação do Liceu de São Tomé, em que se prevê que as delegações desportivas dos Estados-membros fiquem alojadas, não havendo capacidade hoteleira suficiente para acolher cerca de 400 participantes, entre jovens atletas e equipas técnicas, que é o que se espera", disse Manuel Lapão.

A duração desta ação pontual é de sete meses, devendo estar encerrada em julho.

"A solução técnica identificada foi transformar algumas salas do Liceu em camaratas para poder receber os jovens. Há, então, necessidade de obras de adaptação do Liceu para que esta capacidade seja instalada, o que significa também obras de melhoramentos nas camaratas, saneamento, casas de banho e nos pavilhões", sublinhou ainda.

Segundo o diretor da cooperação, após os Jogos da CPLP, o Liceu ficará "com outras condições, com muitos melhoramentos, o que é importante para os alunos e professores (6.500) que utilizam aquela infraestrutura".

"A CPLP dará uma contribuição adicional, que passa por uma associação com o Laboratório Nacional de Engenharia civil de Portugal e Laboratório Nacional de Engenharia de São Tomé, para que técnicos destas duas estruturas possam acompanhar estas obras no Liceu Nacional", afirmou Manuel Lapão.

O protocolo de financiamento foi assinado hoje, na sede da instituição lusófona, pela secretária-executiva, Maria do Carmo Silveira, e pelo embaixador de São Tomé e Príncipe junto da CPLP, Luís Guilherme de Oliveira Viegas, na presença do representante permanente de Portugal junto da CPLP, embaixador Mário Jesus dos Santos.

Os XI Jogos Desportivos da CPLP realizam-se entre 21 a 28 de julho de 2018, em São Tomé e Príncipe, com a disputa de diversas modalidades, nomeadamente, atletismo, basquetebol, futebol, taekwondo e voleibol de praia.

Manuel Lapão acrescentou que a reunião ministerial da Juventude e dos Desportos da CPLP decorrerá a 22 de julho, em São Tomé e Príncipe.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de