TAP estima transportar 20 milhões de passageiros em 2020

A TAP prevê atingir os 20 milhões de passageiros em 2020, estimando ainda 17,5 milhões em 2019, segundo avançou o presidente executivo da companhia aérea, Antonoaldo Neves, em Toulouse.

O gestor, que se deslocou à cidade francesa para a entrega à TAP do primeiro A330neo, nas instalações da Airbus, salientou que a companhia "espera continuar, para o ano, a crescer a receita em 10%".

"O meu objetivo é ter 17,5 milhões de passageiros para o ano, este ano serão 16 milhões, e espero em 2020 chegar aos 20 milhões de passageiros", referiu.

Mas, para o crescimento da companhia aérea é essencial que a TAP consiga ultrapassar os constrangimentos do aeroporto de Lisboa. Para isso, Antonoaldo Neves deu conta de um estudo que a empresa levou a cabo e que identifica os principais problemas da operação do dia-a-dia.

"Na nossa visão, é preciso ter saídas rápidas para o aeroporto", além da "ampliação do 'taxiway', e rever o fluxo do espaço aéreo", explicou Antonoaldo Neves. Com isso, a TAP acredita que "a pontualidade do aeroporto pode subir entre 10 e 20 pontos percentuais".

A companhia aérea, garantiu o presidente executivo, "apresentou o estudo às partes interessadas e tem tido discussões muito produtivas".

Quanto à recetividade da gestora ANA -- Aeroportos de Portugal para implementar esta medida, Antonoaldo Neves disse ter "muita convicção de que o trabalho que pode ser feito será em benefício mutuo".

"Não vejo por que é que é que o operador não vai querer investir em infraestrutura quando sabe que está em capacidade máxima. É um processo natural, mas não podemos esperar dois anos", salientou o presidente executivo da TAP.

Para Antonoaldo Neves, as obras têm que começar "já".

A companhia aérea é a primeira do mundo a receber o A330neo, da Airbus, em regime de 'leasing' operacional, através da sociedade Avolon.

"A aeronave vai voar para quase todos os destinos em que estamos agora e ainda alargar", garantiu o líder da TAP.

A TAP tem cerca de 90 aviões atualmente, referiu Antonoaldo Neves, que voltou a garantir que a pontualidade dos voos está a melhorar. "Hoje a pontualidade inteira da TAP estava a 91,7%", referiu

O A330neo vai implicar ainda poupanças entre 15% e 20% para a companhia aérea.

Antonoaldo Neves rejeitou as críticas do presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), Pedro Costa Ferreira, que disse à Lusa que "a TAP é o maior problema atualmente" para estas empresas, devido ao que diz ser a diminuição da qualidade do serviço e pontualidade da companhia.

"Preciso de dados e factos para discutir isso", referiu, salientando que não conseguia compreender as críticas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de