Barcelos

Fernando Reis perde em Barcelos depois de 20 anos no poder

Em Barcelos, o social-democrata Fernando Reis, que estava há 20 anos no poder, foi derrotado. Também no distrito de Braga o PSD perdeu as câmaras de Vieira do Minho e Terras do Bouro.

O PSD sofreu uma forte derrota política no distrito de Braga ao perder três câmaras municipais - Barcelos, Vieira do Minho e Terras de Bouro - para o PS e ao não conseguir vencer na cidade de Braga.

Os socialistas passaram de seis para oito câmaras, já que perderam Amares, conquistada pelo ex-autarca socialista, José Barbosa, que agora se candidatou como independente.

A vitória do PS é expressiva, já que o partido venceu em Barcelos, uma das mais importantes cidades do chamado quadrilátero urbano do distrito, com 89 freguesias e com uma importante indústria têxtil.

O socialistas retiraram ainda ao PSD o município de Terras de Bouro, gerido desde o 25 de Abril pelo PSD ou pelo CDS, e que é o coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Este município é, por isso, de grande importância na gestão do Parque Nacional e no diálogo - muitas vezes difícil e conflituoso - da estrutura ambiental com as populações da serra do Peneda.

Em Vieira do Minho, Jorge Dantas recuperou a Câmara ao sacerdote Albino Carneiro, ganhando o PS com maioria absoluta por apenas 26 votos.

O PS passou, assim, a dominar as Câmaras de Braga, Barcelos, Guimarães, Vizela, Fafe, Cabeceiras de Basto, Vieira do Minho e Terras de Bouro.

O PSD domina Famalicão (em coligação com o CDS), Vila Verde, Esposende, Celorico de Basto e Póvoa de Lanhoso.