Legislativas

Mobilização do eleitorado PS pode reconfigurar cenário, diz director do DE

Numa análise política a estes resultados, o director do Diário Económico (DE), António Costa, diz que não é seguro que a vantagem do PSD se repita nas eleições legislativas, na medida em que se poderá verificar uma mobilização do eleitorado PS. Já o politólogo Adelino Maltez entende que se abriu um novo ciclo e Carlos Jalali destaca a queda do bloco central.

O director do DE, António Costa, não acredita que a vantagem do PSD se volte repetir nas eleições legislativas, mas entende que o PS já não vai alcançar uma nova maioria absoluta.

«Haverá necessariamente uma mobilização do eleitorado do PS para as legislativas o que poderá reconfigurar a votação e o primeiro lugar do PSD, no entanto parece claro que muito dificilmente o PS poderá atingir uma maioria absoluta», adianta.

O director do DE não considera expectável que num prazo tão curto «se verifique alguma mudança de Governo ou alguma remodelação governamental porque não há tempo para que produza efeitos».

Já o politólogo Adelino Maltez, professor no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, entende que está aberto um novo ciclo, com o regresso do risco político a cada passo que será dado pelos partidos.

«Julgo que estas eleições marcaram o regresso da política, da política como coisa complexa, não da política com os assessores todos previsíveis, a pensar que as campanhas e os resultados são uma espécie de passeio, voltámos ao risco, à aventura, à vontade, à possibilidade da criatividade desempenhar algum papel», afirma Adelino Maltez, que sublinha esperar que a abstenção seja menor nas eleições legislativas.

Carlos Jalali, também politólogo, professor na universidade de Aveiro, destaca a queda do bloco central e sublinha também o virar de costas dos cidadãos europeus a estas eleições.

«A nível europeu a elevada abstenção, assim como a subida dos partidos dos extremos, revela a incapacidade dos dois grupos parlamentares tradicionais para mobilizar apoio para o projecto europeu. A nível nacional a principal nota é a derrota do PS que obtém o pior resultado em eleições de âmbito nacional desde 1987», refere.

  COMENTÁRIOS