Sócrates não tem a certeza da vitória, mas diz que a merece

O secretário-geral do PS não tem a certeza de alcançar a vitória no próximo domingo, mas está certo de que o PS merece ser o partido com mais votos.

«Numa democracia ninguém tem a certeza da vitória, ao contrário de alguns que acham que isto se resolve com umas tantas sondagens publicadas nos jornais (...) As sondagens o que mostram é que está tudo em aberto para o dia das eleições e é por isso que o PS vai dar tudo para ganhar as eleições», referiu.

José Sócrates, que falava esta sexta-feira no almoço socialista da Trindade, frisou ter a certeza de «estar à altura de merecer essa vitória do povo português».

Antes, tinha falado Ferro Rodrigues, cabeça de lista por Lisboa, que dramatizou o apelo ao voto.

«Aquelas pessoas que ora votam no PSD ora votam no PS têm que compreender que o que está em causa é termos um governo revanchista e que vai querer pôr em causa tudo aquilo que os governos do PS fizeram desde meados dos anos 90 ou um governo com o PS capaz de equilibrar a sociedade portuguesa e de evitar que este momento de crise seja aproveitado para destruir aquilo que foi conquistado com muito sangue, suor e lágrimas ao longo dos últimos 20 anos», questionou.

Ferro Rodrigues pediu à esquerda que concentre o voto no PS, porque este não é o momento do voto de protesto.

No almoço da Trindade, estiveram alguns dos mais destacados socialistas, entre os quais Jorge Sampaio, Manuel Alegre, João Cravinho e vários ministros e ex-ministros.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de