África ultrapassa um milhão de casos de Covid-19

África do Sul é o país mais afetado pela pandemia, com mais de metade das infeções registadas no continente africano.

O continente africano ultrapassou hoje um milhão de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, segundo uma contabilização da agência France-Presse.

Num continente com 21.050 mortes confirmadas até agora, a África do Sul é o país mais afetado, com mais de metade das infeções (538.184) e quase metade dos óbitos (9.604 mortes). Entre as pessoas infetadas neste país, 387.316 foram dadas como recuperadas.

Já o Egito registou quase 95.000 casos e a Nigéria quase 45.000.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné Equatorial lidera em número de casos e de mortos (4.821 infetados e 83 óbitos), seguindo-se Cabo Verde (2.689 casos e 27 mortos), Guiné-Bissau (2.032 casos e 27 mortos), Moçambique (2.120 casos e 15 mortos), Angola (1.483 infetados e 64 mortos) e São Tomé e Príncipe (878 casos e 15 mortos).

África é o continente com o segundo menor número de casos confirmados, depois da Oceânia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 708 mil mortos e infetou mais de 18,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de