Alemanha assegura que pode dispensar o petróleo russo muito em breve

"Hoje, posso dizer que é possível a Alemanha fazer um embargo" ao petróleo russo, garantiu o ministro de Economia e Energia alemão, Robert Habeck.

O ministro de Economia e Energia alemão, Robert Habeck, anunciou esta quarta-feira que a Alemanha pode ficar independente do petróleo russo em questão de dias e não só no final do ano, como foi afirmado.

Habeck declarou, em conferência de imprensa na Polónia, que a Alemanha tinha conseguido reduzir a sua dependência do petróleo russo de 35% de antes da invasão da Ucrânia para 12% na atualidade.

Os atuais 12% correspondem às importações realizadas, através de um oleoduto, para a refinaria de Schwedt, no leste do país.

O ministro, que é do partido Os Verdes, admitiu que nos próximos dias seja possível desenvolver uma alternativa de fornecimento a este oleoduto, gerido pela russa Rosneft.

"Hoje, posso dizer que é possível a Alemanha fazer um embargo" ao petróleo russo, disse Habeck, na conferência de imprensa conjunta com a sua homóloga polaca, Anna Moskwa, durante a qual realçou que a independência alemã do petróleo russo está "muito, muito próxima".

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de