Alemanha detém cientista russo acusado de ser um espião ao serviço de Moscovo

Pelo menos desde outubro de 2020, o suspeito passava informação, a troco de dinheiro, aos serviços serviços secretos russos.

A Alemanha deteve um cientista russo acusado de ser um espião ao serviço da Rússia.

O Ministério Público Federal alemão explica, em comunicado, que o suspeito era investigador numa universidade alemã e que, pelo menos desde outubro de 2020, passava informação, a troco de dinheiro, aos serviços serviços secretos russos.

A detenção aconteceu na passada sexta-feira, e o suspeito já foi presente ao juiz de instrução, que confirmou a prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de