Alemanha negoceia segurança de aeroporto de Cabul após 31 de agosto

O chefe da diplomacia alemã descreveu a situação em Cabul como "sempre perigosa" e "cada vez mais caótica", dentro e à volta do aeroporto.

A Alemanha está em negociações com os EUA, Turquia e outros aliados para manter o aeroporto de Cabul aberto para evacuações após 31 de agosto, data de retirada das forças norte-americanas, anunciou esta segunda-feira o Governo alemão.

"Teremos de continuar a discutir com os talibãs, porque é claro que eles terão um papel particular a desempenhar na operação do aeroporto após a retirada das tropas americanas", disse hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Heiko Maas, numa conferência de imprensa.

O chefe da diplomacia alemã garantiu que o seu Governo está a manter conversações com os países vizinhos do Afeganistão - como Uzbequistão, Paquistão, Índia e Tajiquistão - para que os afegãos que Berlim concordasse em apoiar possam ir às embaixadas alemãs desses países para apresentar os seus pedidos de visto.

No aeroporto de Cabul, a única saída do Afeganistão, uma corrida contra o tempo está em andamento para evacuar com urgência o maior número possível de estrangeiros e afegãos antes do final deste mês, o prazo estabelecido pelos talibãs para a partida das forças norte-americanas.

Heiko Maas descreveu a situação em Cabul como "sempre perigosa" e "cada vez mais caótica", dentro e à volta do aeroporto, nas últimas horas, pedindo às pessoas para não tentarem chegar lá por conta própria.

Soldados alemães estão a estudar um plano de evacuação, colocando em prática "todas as opções possíveis" para ajudar os alemães e afegãos que fogem dos talibãs, de acordo com Maas, mostrando-se preocupado com o curto tempo que resta para esta operação.

Esta segunda-feira, o Pentágono insistiu que quer concluir a retirada das forças norte-americanas do Afeganistão até 31 de agosto, apesar de o Presidente dos EUA, Joe Biden, não descartar a hipótese de prolongar esse prazo.

O porta-voz do Departamento de Defesa norte-americano, John Kirby, explicou que o Pentágono está "concentrado" em terminar a operação de retirada até final do mês, embora admita que estão a ser preparados cenários de prolongamento do prazo de saída do contingente dos EUA.

De acordo com dados fornecidos hoje pelo Departamento de Defesa dos EUA, há atualmente 5.800 soldados americanos posicionados no aeroporto para garantir a segurança dos cidadãos afegãos que estão a ser retirados do Afeganistão.

Cerca de 16 mil pessoas foram retiradas do Afeganistão através do aeroporto de Cabul nas últimas 24 horas, acrescentou o porta-voz do Pentágono, referindo que este número eleva para 42.000 o número de pessoas que saíram por via aérea desde 14 de agosto, um dia antes da capital ter sido capturada pelos talibãs.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de