Alemanha suspende exportações de armas para o Cazaquistão

Em causa está a situação de conflito interno, com vários motins pelo país que já causaram dezenas de mortos.

O Governo alemão suspendeu este sábado as exportações de armamento para o Cazaquistão "tendo em conta" a situação de conflito interno, com vários motins pelo país que já causaram dezenas de mortos, adiantou a AFP.

Segundo a Agência de Noticias Francesa, que cita um porta-voz do ministério da Economia, o executivo liderado por Olaf Scholz justifica a medida como "necessária tendo em conta a situação" naquele país da Ásia Central.

Desde domingo que há registo de várias manifestações e motins, primeiro nas províncias depois nas grandes cidades, incluindo Almaty, a capital económica do Cazaquistão, em protesto contra a subida do preço do gás.

O valor de exportações de armamento para o Cazaquistão é, segundo o executivo alemão, "reconhecidamente baixo", tendo sido em 2021 foi de 2,2 milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de