Alemanha vai negociar compra da vacina Sputnik V de forma bilateral

A Comissão Europeia decidiu não assinar um contrato preliminar para a aquisição do medicamento.

Jens Spahn, ministro alemão da Saúde, garantiu esta quarta-feira que o Executivo da Alemanha vai negociar a compra da vacina Sputnik V de forma bilateral, avança a agência de notícias France Press. O governante fez esta revelação, de que está a negociar com a Rússia, durante a reunião dos ministros da Saúde da União Europeia. Também na quarta-feira, a Comissão Europeia tinha declarado não ter qualquer intenção de assinar um contrato preliminar para a aquisição do fármaco.

A decisão surge no seguimento da celeuma em torno da vacina da AstraZeneca. Na quarta-feira, a Organização Mundial de Saúde declarou que uma ligação entre a vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca e o desenvolvimento de uma forma rara de coágulos sanguíneos é "plausível mas não confirmada".

Já a Agência Europeia do Medicamento confirmou a existência de uma "possível ligação" entre a vacina da AstraZeneca e os casos muito raros de formação de coágulos sanguíneos "pouco habituais" que estão a ser registados. Ainda assim, de acordo com a entidade, os benefícios mantêm-se superiores aos riscos da toma da vacina.

A Alemanha já tinha decidido suspender a toma da vacina da AstraZeneca para pessoas com menos de 60 anos, embora os médicos pudessem continuar a recomendar, individualmente, a administração do fármaco, de acordo com o risco inerente a cada paciente.

No país, a situação epidémica não tem dado tréguas. Segundo a AFP, a Alemanha registou 306 vítimas mortais por Covid-19 e 20.407 novos contágios nas últimas 24 horas.

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de