Altas temperaturas e seca na China afetam água potável e colheitas

A seca na região de Chongqing já afetou mais de 600.000 pessoas e 36.700 hectares de plantações.

Temperaturas excecionalmente altas e uma seca prolongada estão a afetar grandes áreas da China, reduzindo o rendimento das colheitas e o abastecimento de água potável.

A falta de chuva foi especialmente acentuada na cidade de Chongqing (sudoeste da China), que abrange uma grande área de montanhas e rios.

A imprensa estatal informou esta terça-feira que camiões dos bombeiros estão a entregar água para beber e irrigar as plantações nas aldeias periféricas.

A precipitação em Chongqing foi metade do que é normalmente esperado nesta altura do ano e alguns cursos de água menores secaram completamente.

As autoridades emitiram avisos de temperaturas superiores a 40 graus Celsius. Muitas partes da China bateram recordes de altas temperaturas este ano.

Outras áreas da China foram atingidas por inundações repentinas, ressaltando os efeitos das alterações climáticas no país mais populoso do mundo, cujo território se estende desde as montanhas e desertos da Ásia Central ao Mar do Sul da China.

A seca de Chongqing afetou mais de 600.000 pessoas e 36.700 hectares de plantações, informou a agência noticiosa oficial Xinhua.

A província vizinha de Hubei também foi gravemente atingida, com algumas áreas a relatar que a estação de cultivo foi um fracasso completo, apontou a Xinhua.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de