Há 13 casos da Ómicron. Avança "identificação mais alargada dos contactos e o seu isolamento"

A Ómicron, cujos primeiros casos foram detetados há 15 dias e que tem mais de 30 mutações identificadas, foi considerada uma "variante de preocupação" pelo grupo de peritos da OMS.

PorTSF
© Gerardo Santos/Global Imagens (arquivo)

Joe Biden diz que não há "motivo para pânico" com a variante Ómicron

O Presidente dos EUA, Joe Biden, disse esta segunda-feira que "não há motivo para pânico" com a disseminação da variante Ómicron do coronavírus e pediu aos norte-americanos para serem vacinados ou receberem a dose de reforço.

"Há motivo para preocupação, com esta nova variante, mas não para pânico", disse Biden, num discurso a partir da Casa Branca, onde repetiu os argumentos hoje apresentados pelo seu conselheiro para a Saúde, Anthony Fauci.

LER MAIS

"Há um documento que comprova a nota de isolamento"

Rui Pedro Soares esclareceu que o clube decidiu testar todo o grupo de trabalho quando surgiram os primeiros "dois ou três casos" positivos e, ao final da tarde de sexta-feira, percebeu que tinham um número "anormalmente elevado" de infeções.

"Há comunicações na noite de sexta-feira entre a delegada de saúde e o nosso médico. A lista para isolar chega no sábado, às 11h06, depois de fazermos testes a que não éramos obrigados", conta.

Foi perto das 12h de sábado, segundo o presidente da B SAD, que a delegada de saúde decidiu "não cumprir o protocolo aplicado a equipas de futebol" e alargar o isolamento aos jogadores que não testaram positivo. Nessa altura, o responsável pelo clube percebeu que não teria jogadores suficientes para jogar mas, ainda assim, não formalizou o pedido à Liga, acrescentando apenas que "há um documento que comprova a nota de isolamento".

Vizela-B SAD? "Está claramente em cima da mesa a hipótese de o jogo não ser realizado"

O presidente da B SAD concorda com a quebra de protocolo que aconteceu com o alargamento do isolamento aos jogadores que não testaram positivo, por uma questão de saúde pública, mas defende que "faltou organização, uma reunião com a B SAD e o Benfica, bom senso".

Na segunda-feira, a equipa tem um jogo marcado com o Vizela, para a I Liga, e Rui Pedro Soares não afasta a hipótese de o jogo não acontecer.

"Somos os primeiros a quem esta variante foi detetada e a própria DGS está a estudar. Em relação ao jogo com o Vizela, a minha preocupação neste momento é o bem-estar dos meus jogadores e staff. Felizmente fomos responsáveis e tivemos pessoas competentes connosco. Está claramente em cima da mesa a hipótese de o jogo não ser realizado", acrescentou Rui Pedro Soares.

Estados Unidos estão em estado de alerta avançado por causa de Ómicron

Os EUA estão em "estado de alerta avançado" devido à variante Ómicron do coronavírus, anunciou esta segunda-feira o conselheiro de Saúde da Casa Branca, Anthony Fauci, pedindo aos norte-americanos para receberem a dose de reforço da vacina.

Os Estados Unidos ainda não têm casos confirmados da variante Ómicron, que tem levado vários países a criar constrangimentos nas fronteiras, mas as declarações de Fauci acontecem um dia após a identificação dos primeiros dois casos no Canadá, um país vizinho.

LER MAIS

Médicos de saúde pública preocupados com aumento da incidência

Os médicos de saúde pública não escondem a preocupação com o aumento da incidência, mas acreditam que a história não se vai repetir, até porque, comparativamente ao início do ano, são agora menos os casos graves. Seja como for, Ricardo Mexia, o presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, sublinha a importância de manter a vigilância.

"O aumento da incidência preocupa-nos, mas apesar de tudo temos também de ver que o aumento do número de casos não tem sido acompanhado de um aumento da severidade, ou seja, os internamentos, a ocupação das unidades de cuidados intensivos e a própria mortalidade. Têm crescido a um ritmo diferente e não com a mesma proporcionalidade com que tinha acontecido no início do ano. Temos de ter noção de que a situação agora está bastante mais controlada no que à severidade diz respeito", explicou à TSF Ricardo Mexia.

LER MAIS

Detetado em Espanha primeiro caso de infeção da variante Ómicron

O Hospital Gregorio Maranón de Madrid detetou esta segunda-feira num viajante da África do Sul o primeiro caso em Espanha de coronavírus com a variante Ómicron, revelou a instituição hospitalar.

De acordo com a informação publicada na rede social Twitter pelo serviço de microbiologia do hospital, o viajante proveniente da África do Sul foi infetado com o novo coronavírus, encontrando-se bem.

LER MAIS

"Faço todos os dias testes"

O Presidente da República rejeita que tenha sido imprudente viajar para Angola, numa altura em que o mundo fecha portas a viajantes de África Austral.

Na chegada a Lisboa, após dois dias em Luanda, Marcelo Rebelo de Sousa reiterou que foi testado todos os dias e elogiou a segurança sanitária do país lusófono.

"É uma deslocação, que além da sua justificação política, cumpria todos os requisitos sanitários", disse, em declarações aos jornalistas.

"As medidas continuam a ter a sua lógica. Entram em vigor dia 1. Neste momento, não temos dados que é preciso tomar outras medidas", afirmou o chefe de Estado, dizendo que irá cumprir a agenda.

Mais 13 mortos e 1635 novos casos de Covid em Portugal. Incidência sobe e Rt desce

Estão confirmadas 18 430 mortes devido à Covid-19 em Portugal, mais 13 do que no último boletim epidemiológico emitido pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas infetadas pela doença até agora é de 1 144 342, mais 1635 nas últimas 24 horas.

LER MAIS

Investigador do INSA apela à calma em relação à nova variante Ómícron

Oinvestigador do INSA João Paulo Gomes apelou esta segunda-feira à calma em relação à nova variante Ómícron do coronavírus, afirmando que são precisos dados consistentes para se tirar uma "conclusão mais séria" sobre o seu impacto.

"A comunidade científica tem gerado resultados muito importantes a nível de influenciar a decisão em termos de saúde pública e decisão dos vários governos e isso tem corrido naturalmente bem e acho que é assim que deve ser", afirmou o investigador do Instituto Nacional Dr. Ricardo Jorge (INSA).

LER MAIS

Especialistas sul-africanos confiantes na resposta das vacinas à Ómicron

Os principais especialistas da África do Sul na luta contra a pandemia manifestaram-se esta segunda-feira cautelosamente otimistas quanto à capacidade das vacinas existentes para prevenir a Covid-19 grave resultante do contágio pela nova variante Ómicron.

"Com base no que sabemos, e na forma como outras variantes de preocupação reagiram à imunidade vacinal, podemos esperar que ainda veremos uma elevada eficácia contra a hospitalização e doenças graves", afirmou Salim Abdool Karim, um dos principais cientistas sul-africanos envolvidos no combate à Covid-19, em declarações esta segunda-feira numa conferência de imprensa virtual.

LER MAIS

"Nunca mais." OMS pede união para estabelecer acordo de combate a futuras pandemias

"Nunca mais." O grito de alerta é do diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS). No início da reunião extraordinária da OMS, esta segunda-feira, Tedros Adhanom Ghebreyesus pediu às nações de todo o mundo que estabeleçam um acordo sobre pandemias para que as gerações futuras estejam melhor preparadas para as combater.

"Tudo isso vai acontecer de novo a menos que vocês, nações do mundo, se unam para dizer numa só voz: nunca mais!", exclamou.

LER MAIS

Identificados 13 casos da nova variante em Portugal

Estão confirmados 13 casos da variante Ómicron em Portugal. O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) adianta que as 13 amostras positivas estão "associadas a casos de infeção de jogadores do B SAD, dado que um dos casos positivos terá tido uma viagem recente à África do Sul".

"Os ensaios preliminares efetuados no INSA sugerem, fortemente, que todos os 13 casos associados aos jogadores da B SAD estejam relacionados com a variante de preocupação Ómicron", pode ler-se em comunicado.

O INSA analisou também amostras de 218 passageiros de um voo com origem em Maputo que aterrou, dia 27 de novembro, no aeroporto de Lisboa.

LER MAIS

A diretora-geral da Saúde detalha que os jogadores que estiveram em campo vão entrar em plano de testagem. Ainda durante esta segunda-feira, todos serão testados, por uma questão de precaução. "Tratando-se de uma nova variante, temos de apertar a malha", reconhece, dizendo não se tratar da regra habitual. O objetivo é testar e isolar, para impedir a propagação da doença.

Também os jogadores do Benfica serão testados.

LER MAIS

Ómicron em Portugal. Vai ser feita "uma identificação mais alargada dos contactos e proceder ao seu isolamento"

Graça Freitas esclarece que "os 13 casos confirmados da Ómicron não são exclusivamente em jogadores da B SAD, porque também há casos no staff".

A diretora-geral da Saúde refere que "tratando-se de uma nova variante", vão avançar com "uma identificação mais alargada dos contactos e proceder ao seu isolamento".

Essas pessoas vão ser submetidas a um plano de testagem muito rigoroso, com o objetivo de quebrar cadeias de transmissão, explica Graça Freitas.

LER MAIS

Escócia e Áustria confirmam casos da variante Ómicron

O secretário de Estado da Saúde da Escócia anunciou esta segunda-feira a descoberta de seis novos casos da Ómicron, a nova variante do coronavírus, elevando para nove o total no Reino Unido.

Humza Yousaf disse esta segunda-feira que pediu às autoridades de saúde pública que realizassem um rastreamento de contactos de todos os casos, sublinhando que é preciso agir com "cautela" até que se saiba mais sobre a variante.

A Áustria junta-se também aos países que já confirmaram casos da variante Ómicron. Na região do Tirol, a infeção foi detetada numa pessoa que viajou recentemente para a África do Sul.

"Já temos os resultados de que precisamos para poder confirmar" que o caso suspeito detetado no sábado é, "garantidamente, da variante B.1.1.529", anunciou o Ministério da Saúde austríaco.

LER MAIS

Pandemia baixa esperança de vida que uma pessoa pode ter aos 65 anos em Portugal

A esperança de vida aos 65 anos é hoje de 19,35 anos, menos quatro meses face às estimativas de 2018-2020, revelou o Instituto Nacional de Estatística, que associa o decréscimo ao aumento das mortes na pandemia de Covid-19.

LER MAIS

Portugal é o sétimo país europeu com menos novos casos diários por milhão de habitantes

Portugal é o sétimo país da União Europeia (UE) com menos novos casos diários de contágio por SARS-CoV-2 por milhão de habitantes nos últimos sete dias, segundo o 'site' estatístico Our World in Data.

Com 286 novos casos diários por milhão de habitantes na última semana, Portugal está bem longe da média da UE (576 novos casos diários por milhão de habitantes) e dos países com mais novos casos diários: Eslováquia, com 2040 casos, República Checa, com 1830, Bélgica (1480), Áustria (1370), Países Baixos (1310), Croácia (1150), Eslovénia (1150) e Hungria (1040).

LER MAIS

Maioria de vacinas doadas a África tem prazos de validade curtos, alertam organizações

A "maioria das doações" de vacinas anti-Covid doadas a África "têm sido 'ad hoc', fornecidas com pouca antecedência e com uma vida útil curta", afirmou um conjunto de importantes organizações de saúde pública do continente.

"Isto tornou extremamente difícil para os países planear campanhas de vacinação e aumentar a capacidade de absorção", acrescentam num comunicado conjunto o African Vaccine Acquisition Trust (AVAT), os Centros Africanos de Controlo e Prevenção de Doenças, reunidos no Africa CDC, e a COVAX - o mecanismo internacional, criado pela Aliança para as Vacinas (Gavi) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para permitir a 92 países e territórios desfavorecidos receberem gratuitamente vacinas financiadas por países ricos.
LER MAIS

Fotografia: AFP

Graça Freitas diz que "pelo princípio da precaução" e por se tratar de uma nova variante, ainda pouco conhecida, os jogadores do Benfica também devem ser testados.

LER MAIS

Adiamento do jogo "não compete à saúde"

Graça Freitas explica que o adiamento do jogo entre a B SAD e o Benfica não é competência das autoridades de saúde.

À saúde, "compete identificar casos e a partir daí identificar casos e isolá-los, caso seja necessário". Segundo a diretora-geral da Saúde, o adiamento do jogo seria da responsabilidade das entidades desportivas.

LER MAIS

Jogo do Benfica e B SAD. "Não tenho opinião sobre isso"

A DGS diz não ter opinião acerca da realização do jogo do Benfica com o Belenenses SAD, já que a competência das autoridades de saúde não é fazer a avaliação dos jogadores que ficaram e não ficaram isolados. É uma "competência exclusivamente desportiva", diz Graça Freitas, que acredita que a saúde não tem de fazer qualquer intervenção nestes casos.

"À saúde cabe detetar e isolar casos e contactos. Não é da competência da saúde, de todo."

A responsabilidade será das autoridades desportivas, já que não compete à saúde interferir no domínio do desporto, remete assim Graça Freitas. "Será da competência da liga, dos clubes, do que for", reconhece a responsável. "Eu não sei regras desportivas, essas competências devem ser separadas."

"À saúde, a saúde. Ao desporto, o desporto."

LER MAIS

Nova variante exige "isolamento mais proativo e testagem mais intensa"

Graça Freitas refere que se está a fazer um apelo para automonitorização de sintomas e contacto com a linha SNS 24 a quem viajou para estes países onde a variante está a circular. Haverá ainda um reforço da vigilância das autoridades de saúde. "Há aqui um isolamento mais proativo e mais intenso, e uma testagem mais intensa dos contactos", admite.

Sendo mais transmissível, "vai propagar-se por todo o mundo", adianta já Graça Freitas. Assinalando como os vírus não conhecem fronteiras, a DGS lembra que as autoridades da saúde nunca referiram que a pandemia tinha terminado, sobretudo numa altura em que muitos países ainda não têm uma vacinação elevada.

Graça Freitas apela aos portugueses para que mantenham no seu dia a dia medidas de precaução, como arejar as superfícies e espaços fechados, "não ter contactos muito alargados fora da sua bolha", voltar à higienização das mãos e uso de máscara.

A alta responsável da saúde refere que as variantes podem aparecer em locais com baixas taxas de vacinação, já que "estamos na era da globalização". Por isso, para ganhar tempo a uma variante que ainda não se conhece bem, o INSA tratará de trabalhar ativamente em detetar casos que poderão ser ou não desta variante Ómicron. A vigilância também será apertada.

LER MAIS

"Os vírus não conhecem fronteiras"

A Organização Mundial da Saúde alertou para um "risco muito elevado" relativamente à variante Ómicron. "Temos de pensar sempre como é que os vírus se transmitem e como nos deslocamos no planeta", diz Graça Freitas.

"Os vírus não conhecem fronteiras", afirma, sublinhando que, "mesmo que a doença esteja mais controlada pela vacinação, há países com taxas de vacinação muito baixas".

Graça Freitas volta a apelar para a população manter os cuidados e medidas de prevenção, nomeadamente o uso da máscara e a higienização das mãos.

"Temos que estar continuamente alerta, porque a pandemia ainda não acabou e estas variantes podem surgir em qualquer sítio, nomeadamente em locais onde a taxa de vacinação é muito baixa", considera.

A diretora-geral da Saúde refere que as autoridades de saúde nacionais continuam a trabalhar para "ganhar tempo a uma variante que ainda não se conhece bem".

"A DGS trabalha na parte da vigilância e testagem e o INSA na identificação dos vírus para se perceber se se trata da variante Delta ou Ómicron", finaliza.

LER MAIS

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, reage em direto na TSF aos 13 casos confirmados da variante Ómicron em Portugal.

OMS alerta para risco "muito alto" da variante Ómicron

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, esta segunda-feira, para um risco "muito alto" relativamente à nova variante da Covid-19, a Ómicron.

A instituição já disse que ainda não há indícios de que a variante Ómicron provoque casos mais graves de Covid-19 ou com sintomas diferentes das estirpes anteriores.

LER MAIS

Espanha impõe restrições a viajantes de países da África Austral

​​​​​​​As autoridades espanholas impõem a partir da meia-noite dez dias de quarentena a todos os viajantes procedentes de zonas consideradas de "alto risco" devido ao aparecimento da variante Ómicron do coronavírus em países da África Austral.

O Ministério da Saúde espanhol publicou esta segunda-feira no Boletim Oficial do Estado a medida restritiva a voos com destino a Espanha, com ou sem escalas, de todos os aeroportos do Botswana, Lesoto, Moçambique, África do Sul e Zimbabwe.
LER MAIS

Dois países africanos já estão a dar terceira dose, mas 90% da população ainda não recebeu a primeira

Pelo menos dois países africanos já começaram a administrar terceiras doses da vacina contra a Covid-19 e Cabo Verde prepara-se para fazê-lo em dezembro, mas 90% da população do continente não recebeu sequer a primeira dose

A desigualdade nos níveis de vacinação contra a Covid-19 entre países ricos e pobres tem sido alvo de fortes críticas.

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, classificou recentemente como "um escândalo" o facto de todos os dias estarem a ser administradas no mundo seis vezes mais doses de reforço do que doses iniciais para imunizar contra o vírus SARS-CoV-2.

LER MAIS

Canadá confirma dois primeiros casos da variante Ómicron

O Canadá confirmou esta segunda-feira os dois primeiros casos da variante Ómicron do coronavírus que causa a Covid-19, em pessoas que tinham viajado recentemente para a Nigéria.

Ambas as pessoas estão em isolamento em Otava, capital do Canadá, e as autoridades sanitárias estão à procura de contactos próximos dos infetados, anunciou em comunicado o Governo da província de Ontário.

O Canadá é o primeiro país do continente americano a reportar a nova variante do SARS-CoV-2.

Polícia dos Países Baixos detém casal infetado que fugiu de quarentena em hotel

A polícia dos Países Baixos deteve no domingo, num avião no aeroporto de Amesterdão, um casal que fugiu do hotel onde estavam sob quarentena passageiros provenientes da África do Sul infetados com o coronavírus que causa a Covid-19.

O incidente ocorreu depois de as autoridades de Haia terem anunciado que 13 pessoas, entre 61 passageiros que testaram positivo à Covid-19 à chegada na sexta-feira em dois voos ao aeroporto de Amesterdão, estão contaminadas com a nova variante Ómicron, identificada pela primeira vez na África do Sul.

LER MAIS

Fotografia: EPA

"Situação totalmente imprevisível." Turismo mundial deve perder 1,78 biliões de euros em 2021

O setor do turismo mundial deverá perder dois biliões de dólares (1,78 biliões de euros), este ano devido a restrições ligadas à pandemia de Covid-19, disse no domingo a Organização Mundial do Turismo (OMT).

Esta estimativa, semelhante às perdas sofridas em 2020, surge à medida que foram introduzidas novas restrições, particularmente na Europa, para lidar com uma nova vaga da epidemia e evitar que a variante Ómicron, detetada pela primeira vez na África do Sul, se espalhe por todo o mundo.

LER MAIS

Japão fecha-se a todos os visitantes estrangeiros devido a nova variante

O Japão anunciou nesta segunda-feira que vai fechar as fronteiras a todos os visitantes estrangeiros devido à variante Ómicron da Covid-19, três semanas após ter flexibilizado algumas restrições para permitir a entrada de viajantes de negócios e estudantes.

"Proibiremos todas as (novas) entradas de estrangeiros de todo o mundo a partir de 30 de novembro", disse o primeiro-ministro nipónico, Fumio Kishida.

LER MAIS

Enfermeiros denunciam UE e Reino Unido por "bloquearem" patentes de vacinas

Além da União Europeia e Reino Unido, são nomeadas na queixa a Noruega, a Suíça e Singapura por terem "sistematicamente bloqueado uma renúncia temporária de direitos de propriedade intelectual farmacêutica empresarial sob o Acordo da Organização Mundial do Comércio sobre Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados ao Comércio".

LER MAIS

Moderna poderá desenvolver vacina contra nova variante no início de 2022

A empresa farmacêutica norte-americana Moderna, disse no domingo que a ser necessário o desenvolvimento de uma nova vacina adaptada à variante Ómicron esta terá lugar no início de 2022.

"Se tivermos de criar uma vacina completamente nova, isso será no início de 2022", disse o médico-chefe da Moderna, Paul Burton, numa entrevista à BBC.
LER MAIS

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG