Morreu Pebbles, o cão mais velho do mundo

Pebbles foi nomeada como o cão mais velho do mundo em maio de 2022, durante uma visita de especialistas do livro Guinness. Tinha 22 anos.

PorLusa
© AFP

Pebbles, o cão mais velho do mundo, morreu no início desta semana aos 22 anos no sudeste dos Estados Unidos, anunciou esta quarta-feira o livro dos recordes mundiais, o Guinness Book.

Esta cadela, da raça Fox Terrier, era alimentada com ração de gato pelos seus donos desde 2012, o que pode ter contribuído para a sua longevidade.

"Pebbles, a cadela mais velha do mundo, faleceu de forma natural e pacificamente, em casa e rodeada da sua família", revelaram os donos através da rede social Instagram.

A cadela nasceu em 28 de março de 2000, em Long Island, Estado de Nova Iorque, e viveu principalmente no Estado da Carolina do Sul.

Com um corpo pequeno e cerca de dois quilos, deu à luz 32 filhos ao longo da sua vida.

Pebbles foi nomeada como o cão mais velho do mundo em maio de 2022, durante uma visita de especialistas do livro Guinness, instituição que lista os recordes em diversas temáticas.

De acordo com a sua dona, Julie Gregory, o segredo de saúde de Pebbles estava na forma como cuidou da cadela, confidenciando que o fez "com o maior cuidado".

Aficionada por música country, Pebbles morreu cinco meses antes de comemorar o seu 23.º aniversário.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG