Morreu Vangelis, compositor das bandas sonoras de "Chariots of Fire" e "Blade Runner"

Compositor grego conquistou os tops de música nos EUA com o tema "Chariots of Fire" ao piano.

PorCátia Carmo
© Simela Pantzartzi/EPA (Arquivo)

O compositor grego Vangelis, responsável pelas bandas sonoras de filmes como "Chariots of Fire" e "Blade Runner", morreu aos 79 anos, avançou Kyriákos Mitsotákis, primeiro-ministro grego. Os representantes do artista revelaram que o músico morreu num hospital em França, onde estava a ser tratado.

Ouça a peça de Nuno Domingues com sonorização de Paulo Jorge Guerreiro

Your browser doesn’t support HTML5 audio

"Vangelis Papathanassíou não está mais connosco. O mundo da música perdeu o [artista] internacional Vangelis. O protagonista do som eletrónico, dos Óscares, do mito e dos grandes sucessos", escreveu no Twitter o governante grego.

Evángelos Odysséas Papathanassíou nasceu em 1943 e ganhou um Óscar em 1981 pela banda sonora do filme "Chariots of Fire". A canção ao piano tornou-se mundialmente conhecida e alcançou o número um de vários tops dos EUA, bem como o álbum de que faz parte.

Foi uma figura fundamental da música eletrónica e ambiental. Na Grécia começou por formar bandas de rock. Uma delas foi o grupo Afrodite's Child, banda grega de rock progressivo formada em 1968. Do grupo, ao lado de Vangelis, faziam parte o vocalista Demis Roussos e o baterista Loukas Sideras.

Os Aphrodite's Child popularizaram-se pelas músicas "Rain and Tears", "The Four Horsemen", "Marie Jolie" e "Spring, Summer, Winter & Fall", entre outras.

Também trabalhou com os Yes, uma das mais famosas bandas de rock progressivo da década de 70, e foi aí que fez amizade com Jon Anderson, vocalista da banda, com quem trabalharia durante muitos anos. Mas foi com as bandas sonoras emblemáticas que ganhou prestígio internacional.

Com Jon Anderson, o grego produziu os discos "Short Stories" (1980), "The Friends of Mr. Cairo" (1981), "Private Collection" (1983) e "Page of Life" (1991), bem como as coletâneas "The Best of Jon & Vangelis" (1984) e "Chronicles" (1994).

Em Portugal, a sua música "1942 - Cristóvão Colombo" transformou-se num hino político nas campanhas socialistas do PS, na época da liderança de António Guterres.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG