Zelensky exclui negociações com Rússia, polémica com vídeo da primeira-ministra da Finlândia e outros destaques TSF

António Guterres, mostrou-se preocupado com a situação na central nuclear de Zaporizhia e revelou que a Agência Internacional de Energia Atómica está a preparar-se para se deslocar à cidade ucraniana.

PorTSF
© Mykola Tys/EPA

Esta quinta-feira ficou marcada por um encontro entre o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, o Presidente turco, Erdogan, e o secretário-geral da ONU, António Guterres. Zelensky, excluiu qualquer negociação de paz com Moscovo sem a retirada prévia das tropas russas do território do país.

António Guterres, identificou sinais de estabilização dos mercados globais de alimentos e pediu, após uma reunião com os presidentes ucraniano e turco, a desmilitarização da central nuclear de Zaporijia, sob ocupação russa.

A primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, respondeu esta quinta-feira às críticas após a publicação de um vídeo, nas redes sociais, em que aparece numa festa a dançar e a cantar. "Não tenho nada a esconder", afirmou a finlandesa.

Em Lisboa, a Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal quer ser envolvida na preparação do documento para a segurança das pessoas cegas ameaçada por trotinetes, que vai regular a circulação e o estacionamento das mesmas em Lisboa.

Álvaro Beleza, presidente da Associação para o Desenvolvimento Económico e Social, antecipou, em declarações à TSF, o lançamento do livro "Ambição: duplicar o PIB em 20 anos", que sugere o caminho de colocar a educação como o ponto central para a reforma portuguesa.

O tradicional Desfile da Mordomia das festas de Nossa Senhora d'Agonia, saiu esta quinta-feira à tarde às ruas de Viana do Castelo, após dois anos de paragem por causa da pandemia. O cortejo levou, este ano, mais mordomas do que nunca, 708, no total.

Luís Montenegro, o líder do PSD, acusou esta quinta-feira o Governo de "tentar desresponsabilizar-se" por tudo aquilo que "corre mal" no âmbito da prevenção e combate aos incêndios que têm deflagrado no país.

Durante dois meses, o trânsito na Avenida Padre Cruz, em Lisboa, vai estar condicionado devido às obras que decorrem para a expansão das linhas Amarela e Verde do Metropolitano.

Por insuficiência de provas, o Papa Francisco decidiu que não haverá investigação do Vaticano por alegados abusos sexuais ao cardeal canadiano Marc Ouellet, acusado por uma mulher de molestá-la.

No Brasil, Jair Bolsonaro, em campanha pela reeleição, disse que "o poder só emana do povo quando ele escolhe corretamente" os seus representantes e insinuou que o seu rival Lula da Silva busca "um projeto vitalício de poder".

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG