Mais sete autocarros com soldados da fábrica Azovstal deixam Mariupol

O conflito causou a fuga de mais de 13 milhões de pessoas, das quais mais de 5,5 milhões para fora da Ucrânia. Siga ao minuto na TSF.

PorTSF

Zelensky em Cannes: "Precisamos de um novo Chaplin para nos provar que o cinema não é mudo"

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, defendeu esta terça-feira que é necessário "um novo Chaplin para provar que o cinema não é mudo" diante da guerra na Ucrânia, numa mensagem de Kiev transmitida na abertura do 75.º Festival de Cannes.

"Vamos continuar a lutar, não temos outra escolha (...) Estou convencido de que o ditador vai perder", declarou Zelensky perante a nata do cinema mundial, referindo-se ao Presidente russo, Vladimir Putin, e ao filme homónimo de Charlie Chaplin, que mencionou várias vezes.

LER MAIS

França vai intensificar entrega de armas a Kiev "nos próximos dias"

França vai intensificar a entrega de armas à Ucrânia "nos próximos dias e semanas", prometeu esta terça-feira o Presidente francês, Emmanuel Macron, ao seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, confirmando os compromissos anunciados no final de abril.

Emmanuel Macron "confirmou que as entregas de armas por França vão continuar e aumentar de intensidade nos próximos dias e semanas, assim como a entrega de equipamento humanitário", indicou o Palácio do Eliseu.

LER MAIS

As imagens da retirada de militares ucranianos da Azovstal e a posição de força da Duma. Veja o vídeo

Mais sete autocarros com soldados da fábrica Azovstal deixam Mariupol

Saíram de Mariupol pelo menos mais sete autocarros com soldados ucranianos que estavam no complexo de Azovstal e que se renderam, informa a agência Reuters. Os autocarros estarão a ser escoltados por forças armadas pró-russas.

LER MAIS

Suécia e Finlândia vão apresentar pedido de adesão à NATO na quarta-feira

​​​​​​​Suécia e Finlândia apresentarão o pedido de adesão à NATO na quarta-feira, em Bruxelas, anunciaram esta terça-feira, conjuntamente em Estocolmo, a primeira-ministra sueca, Magdalena Andersson, e o Presidente da Finlândia, Sauli Niinisto.

"Até amanhã (quarta-feira) vamos apresentar o pedido à NATO. É uma mensagem forte e um sinal claro de que estamos juntos no futuro", disse Niinisto, numa conferência de imprensa conjunta com Andersson.

LER MAIS

Portugal vai enviar à Ucrânia mais 160 toneladas de material militar e humanitário

A ministra portuguesa da Defesa, Helena Carreira, assegura que Portugal está disponível para continuar a apoiar a Ucrânia "na medida das nossas possibilidades" e prepara-se para enviar ao país mais "160 toneladas de material militar, médico, sanitário e humanitário".

O país tem também "mostrado disponibilidade para receber feridos e refugiados ucranianos" e tem havido conversações no sentido de apoio "relacionado com treino ou desminagem, numa fase posterior".

Quanto a feridos, a chegada "não está prevista neste momento" mas o Hospital das Forças Armadas "tem 40 lugares disponíveis" e as Forças Armadas "têm mais cerca de 300 lugares para uma primeira receção de refugiados".

Sobre a NATO, houve no Conselho de Negócios Estrangeiros "um apoio generalizado à adesão da Finlândia e da Suécia" e a visão de que "as divergências com a Turquia vão ser ultrapassadas".

"É a vontade legítima de dois países soberanos, que apresentam a sua candidatura procurando reforçar a sua segurança", assinala.

Kiev afirma que negociações de paz com Moscovo estão suspensas

As negociações de paz entre a Ucrânia e a Rússia estão "suspensas", já que Moscovo não demonstra qualquer "compreensão" da atual situação, afirmou, esta terça-feira, Mykhailo Podoliak, conselheiro do Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e membro da delegação ucraniana.

LER MAIS

Tribunal Penal Internacional envia a maior missão de peritos para a Ucrânia

O procurador do Tribunal Penal Internacional (TPI) anunciou, esta terça-feira, o envio para a Ucrânia de uma equipa de 42 especialistas, a maior missão de sempre em termos de efetivos, para investigar os crimes cometidos durante a invasão russa.

LER MAIS

Presidente finlandês acredita que discordância turca sobre NATO resolve-se com diálogo

O Presidente da Finlândia, Sauli Niinistö, demonstrou-se confiante, durante uma visita oficial à Suécia, de que as objeções turcas à adesão de ambos os países nórdicos à NATO se resolverão através do diálogo.

"As declarações que a Turquia tem feito nos últimos dias têm mudado rapidamente e são cada vez mais duras, mas estou seguro que através de uma conversa construtiva vamos resolver esta situação", afirmou Niinistö no discurso que fez no parlamento sueco.

LER MAIS

Parlamento da Finlândia aprova adesão à NATO com ampla maioria

O parlamento da Finlândia aprovou, esta terça-feira, com uma ampla maioria, a adesão à NATO, permitindo que a candidatura oficial do país nórdico seja enviada para a sede da Aliança Atlântica.

Após uma sessão parlamentar de dois dias, o projeto de adesão foi adotado por 188 votos a favor (95%), oito contra e nenhuma abstenção.

LER MAIS

Rússia abandona Conselho dos Estados do Mar Báltico

A Rússia retirou-se do Conselho dos Estados do Mar Báltico (CEMB), de que tinha sido suspensa em março, por ter invadido a Ucrânia, anunciou, esta terça-feira, o Governo russo.

Em comunicado citado pela agência russa TASS, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia justificou a decisão como uma "resposta a ações hostis".

LER MAIS

Rússia afirma que exportações pararam porque ucranianos minaram os portos

O Kremlin acusou, esta terça-feira, os "nacionalistas" ucranianos de minarem os portos da Ucrânia, obrigando à paragem das exportações de cereais do país.

"Os portos ucranianos foram fortemente minados e a navegação é perigosa", afirmou o porta-voz da Presidência russa, Dmitry Peskov, na sua conferência de imprensa diária.

LER MAIS

Kremlin garante que vai respeitar Direito internacional no tratamento dos combatentes de Azovstal

O Kremlin garantiu, esta terça-feira, que vai tratar de acordo com as normas do "direito internacional" os combatentes ucranianos que estavam no complexo siderúrgico de Azovstal, em Mariupol, e que se renderam após um cerco prolongado.

LER MAIS

Moscovo afirma que 265 militares retidos no complexo Azovstal se renderam

Os 265 militares ucranianos retidos no complexo siderúrgico de Azovstal, em Mariupol, renderam-se às forças separatistas pró-Rússia e foram feitos prisioneiros na segunda-feira, anunciou o Ministério da Defesa russo.

"Nas últimas 24 horas, 265 militares renderam-se, incluindo 51 gravemente feridos", disse o Ministério da Defesa russo num comunicado sobre a ofensiva russa contra a Ucrânia.

LER MAIS

Lavrov diz que Ocidente considera ucranianos "descartáveis" na guerra com a Rússia

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, acusou o Ocidente de considerar a Ucrânia como "material descartável na guerra híbrida" que está a travar contra a Rússia.

"Ninguém precisa da Ucrânia. A Ucrânia é material descartável na guerra híbrida total contra a Federação Russa", disse o chefe da diplomacia russa numa conferência educacional com o tema "Novos Horizontes", citado pela agência espanhola EFE.

Lavrov disse que esta circunstância "não levanta quaisquer dúvidas na mente de ninguém e foi declarada publicamente".

LER MAIS

Moscovo diz que 265 militares retidos no complexo Azovstal se renderam

Os 265 militares ucranianos retidos no complexo siderúrgico de Azovstal, em Mariupol, renderam-se às forças separatistas pró-Rússia e foram feitos prisioneiros na segunda-feira, anunciou o Ministério da Defesa russo.

"Nas últimas 24 horas, 265 militares renderam-se, incluindo 51 gravemente feridos", disse o Ministério da Defesa russo num comunicado sobre a ofensiva russa contra a Ucrânia.

"Todos aqueles que precisavam de assistência médica foram enviados para o hospital de Novoazovsk", em território separatista pró-Rússia, referiu a nota.

UE apoia "com firmeza" candidatura de Finlândia e Suécia à Aliança

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, referiu estar confiante que a Turquia irá avalizar a entrada da Finlândia e da Suécia na NATO, candidatura que o bloco europeu apoia "com firmeza".

"Sei que a Turquia levantou algumas objeções e espero que a NATO seja capaz de as superar, mas pela minha parte e a do Conselho (da UE) há um apoio firme à adesão", disse o Alto Representante da UE para a Política Externa e de Defesa, em declarações aos jornalistas, à entrada para uma reunião do Conselho de ministros da Defesa dos 27 do bloco comunitário.

LER MAIS

Chefe da diplomacia sueca assina candidatura de adesão

A ministra dos Negócios Estrangeiros sueca, Ann Linde, assinou esta terça-feira a candidatura formal da Suécia à adesão à NATO, anunciada na segunda-feira pelo Governo social-democrata, após uma reunião extraordinária.

"É algo grande, sério, e alcançamos o que pensamos ser o melhor para a Suécia", disse Linde aos jornalistas enquanto assinava o documento no seu gabinete, em Estocolmo, segundo a imprensa local e a agência espanhola EFE.

LER MAIS

Moscovo diz que agora "não há quaisquer negociações" com Kiev

O vice-ministro russo, Andrey Rudenko, assegurou que não há qualquer negociação a decorrer atualmente entre a Rússia e a Ucrânia, afirmando que Kiev "abandonou de vez" o diálogo.

"As negociações pararam. A Ucrânia abandonou de vez o processo de diálogo", disse Rudenko à agência Interfax, sublinhando que as conversações entre os dois países, iniciadas em finais de fevereiro, foram interrompidas.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, criticou hoje Washington e Londres por "terem guiado" a Ucrânia durante as rondas de negociações anteriores com o país russo.

LER MAIS

Kiev diz que defensores de Mariupol cumpriram missão de combate

O Estado Maior do Exército da Ucrânia destacou esta terça-feira a retirada de 53 combatentes feridos da fábrica Azovstal, Mariupol, afirmando que "os soldados resistiram" às forças militares russas tendo por isso cumprido a missão de combate.

"A guarnição de Mariupol cumpriu a missão de combate. O Alto Comando Militar ordenou aos comandantes das unidades estacionadas em Azovstal que salvassem a vida das pessoas" que permanecem no local, refere um comunicado publicado na rede digital Facebook e que está a ser citado pelas agências locais.

LER MAIS

Zelensky saúda retirada de 264 militares da fábrica de Azovstal em Mariupol

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, saudou a retirada de 264 militares da fábrica Azovstal na cidade de Mariupol na segunda-feira à noite, na sequência do cessar-fogo acordado com Moscovo.

A retirada foi possível "graças às ações dos militares ucranianos, das Forças Armadas da Ucrânia, dos serviços de informação, da equipa de negociação, do Comité Internacional da Cruz Vermelha e das Nações Unidas (...). Entre eles estão feridos graves, que estão a receber ajuda médica", sublinhou.

Zelensky salientou que "a Ucrânia precisa de heróis ucranianos vivos". "Este é o nosso principal objetivo", acrescentou, explicando que o trabalho prosseguia "para os fazer regressar a casa, um trabalho que requer delicadeza e tempo".

LER MAIS

Trigo atinge cotação recorde depois de Índia embargar exportações

A cotação do trigo fechou na segunda-feira em níveis inéditos no mercado europeu, depois de a Índia anunciar um embargo sobre as suas exportações deste cereal.

A cotação do trigo atingiu os 438,25 euros por tonelada no fecho da sessão, um novo recorde para este cereal que já se transacionava a níveis elevados, no seguimento da invasão russa da Ucrânia.

"É um recorde absoluto na Euronext. O recorde anterior era de 07 de março último, de 422,50 dólares por tonelada no fecho", declarou o corretor Damien Vercambre, da Inter-Courtage, à AFP.

LER MAIS

Mais de 260 combatentes ucranianos retirados de Azovstal

Mais de 260 combatentes ucranianos foram retirados esta segunda-feira da siderúrgica Azovstal, na cidade cercada de Mariupol, após terem anunciado que "cumpriram a ordem" do Conselho Supremo da Ucrânia, "de salvar vidas".

"Para salvar vidas, toda a guarnição de Mariupol cumpriu a ordem aprovada pelo comando militar e aguarda o apoio do povo ucraniano", disse o batalhão Azov numa mensagem publicada nas redes sociais.

LER MAIS

Abrimos este liveblog para acompanhar ao minuto a situação da guerra na Ucrânia. Pode ler o essencial das últimas 24 horas aqui.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG