Apesar da pausa, AstraZeneca diz que "ainda é possível ter uma vacina no fim deste ano"

A farmacêutica AstraZeneca, que suspendeu os testes clínicos de Oxford, acredita que ainda é possível ter uma vacina para a Covid-19 em 2020.

"Ainda é possível ter uma vacina no fim do ano." A afirmação da gigante farmacêutica AstraZeneca surge após uma travagem a fundo nos ensaios clínicos para uma vacina contra a Covid-19, realizados por Oxford, no Reino Unido.

De acordo com a AFP, apesar da pausa, a farmacêutica acredita que, na melhor das hipóteses, é possível conceber uma vacina até "ao final deste ano ou início do próximo", conforme declarou o presidente executivo Pascal Soriot, que vê na maior ou menos agilidade dos reguladores o fator determinante.

A suspensão dos testes da vacina de Oxford ocorreu depois de uma participante no Reino Unido ter sofrido sintomas associados a uma inflamação grave da coluna. A farmacêutica AstraZeneca travou os ensaios para apurar se este se trata, ou não, de um efeito colateral da vacina.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de