"Área é propriedade privada." Vila Galé reage a notícias sobre hotel em reserva de índios

Grupo hoteleiro português garante que não há indígenas no local.

O portal de jornalismo de investigação The Intercept escreveu que o grupo hoteleiro português Vila Galé está a tentar construir um hotel de luxo numa reserva indígena no sul do estado brasileiro da Bahia, com o apoio do Governo do Brasil. Em reação, o grupo hoteleiro sublinha que não há indígenas na zona e que foram feitos todos os estudos para garantir o respeito pelas normas ambientais.

"Os estudos e projetos foram realizados na totalidade, estando aprovados pelas entidades competentes - a licença prévia ambiental está emitida e em vigor. (...) Não existem indígenas nesta área nem quaisquer vestígios dos mesmos no local", explica o Vila Galé em comunicado.

Os responsáveis pelo grupo de hotéis referem também alguns dos aspetos positivos da construção do hotel de luxo no local. Entre eles estão os mais de 500 empregos diretos e cerca de 1.500 indiretos.

"É a Vila Galé reconhecida pelos seus investimentos em integral respeito pelas normas ambientais e urbanísticas e de uma forma socialmente responsável. O terreno em que se situa o projeto tem uma área de 20 hectares na frente de praia e preservará rigorosamente todos os valores ambientais e a vegetação relevante existente", acrescenta a nota do grupo hoteleiro.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de