Ataque com mísseis em Lviv faz pelo menos sete mortos

Há pelo menos 11 feridos, três dos quais em estado grave.

Cinco mísseis atingiram esta manhã a cidade de Lviv, provocando pelo menos sete mortos e 11 feridos, incluindo uma criança, avançao o governador militar regional Maksym Kozytskyy.

"Os escombros estão a ser desmantelados, pelo que este não é o balanço final", ressalva.

Três mísseis atingiram armazéns e um quarto teve como alvo uma oficina de reparação de pneus, mas as janelas de oito prédios residenciais e de uma escola também ficaram danificadas com o impacto.

O autarca da cidade, Andriy Sadovy, afirma no Twitter que mais de 40 carros ficaram destruídos na oficina atingida.

Já a deputada ucraniana Lesia Vasylenko diz que os alvos seriam a estação ferroviária da cidade e unidades de armazenamento.

"Cinco poderosos mísseis atingiram ao mesmo tempo infraestruturas civis da cidade europeia de Lviv", escreveu o conselheiro presidencial, Mykhailo Podolyak, numa mensagem publicada no Twitter. "Os russos continuam a atacar barbaricamente as cidades ucranianas a partir do ar, declarando a todo o mundo o seu 'direito' a... matar ucranianos."


No dia 26 de março, uma série de ataques destruíram um depósito de combustível nos arredores da cidade de Lviv, provocando ferimentos em cinco pessoas.

Um outro ataque, no dia 18 de março, atingiu um hangar de reparação de aeronaves, próximo do aeroporto da cidade.

Antes, no dia 13 de março, mísseis cruzeiro foram disparados contra uma importante base militar a 40 quilómetros a noroeste de Lviv, provocando 35 mortos e 134 feridos.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRANIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de