Augusto Santos Silva diz que acordo pós-Brexit "é uma boa notícia"

Em declarações à TSF, o ministro dos Negócios Estrangeiros considera que este acordo significa muito para Portugal.

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, afirmou que este acordo é bem-vindo, a começar pelo facto de existirem taxas zero em tarifas e quotas para as empresas dos dois lados.

"É uma boa notícia por várias razões, a principal é que conseguimos que as importações e exportações de um bloco para o outro não estejam sujeitas a restrições de quantidades nem a pagamentos de direitos alfandegários, de tarifas, o que significa que o comércio fluirá melhor e continuará a atual situação que tanto tem beneficiado as empresas e consumidores, incluindo as empresas e consumidores portugueses", explicou à TSF Augusto Santos Silva.

O governante considera que este acordo significa muito para Portugal: melhores condições para desenvolver a relação económica com aquele que é o primeiro parceiro fora da União Europeia e a principal origem de turismo para Portugal. No entanto, o chefe da diplomacia portuguesa destaca que esta é também uma boa notícia para quem vive e trabalha em países amigos, os portugueses que moram no Reino Unido e os britânicos que moram em Portugal.

Questionado sobre a situação dos camionistas portugueses que ainda estão bloqueados no porto britânico de Dover, o ministro quer acreditar que tudo possa ser resolvido o mais rapidamente possível.

"Procuramos responder a isto de forma equilibrada. A informação que tenho desde ontem é que os testes começaram a realizar-se com alguma intensidade e de que já há camionistas portugueses que conseguiram passar a fronteira. Muitos ainda estão retidos, esperemos que nas próximas horas e dias a situação se regularize", acrescentou o ministro dos Negócios Estrangeiros.

A União Europeia e o Reino Unido chegaram esta quinta-feira a um acordo comercial pós-Brexit, anunciou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em Bruxelas.

"Chegámos finalmente a um acordo. Foi um longo caminho, mas temos um bom acordo, que é justo e equilibrado", anunciou Von der Leyen numa conferência de imprensa com o negociador-chefe da UE, Michel Barnier, na sede do executivo comunitário.

A uma semana do final do "período de transição" para a consumação do Brexit e da saída do Reino Unido do mercado único, o bloco europeu e Londres evitaram assim um divórcio desordenado, estabelecendo um acordo de comércio livre que regerá as relações futuras.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de