Autora de "Como Matar o seu Marido" condenada a prisão perpétua por matar o marido

Nancy Crampton Brophy foi acusada de matar o marido com duas balas no coração, em junho de 2018.

A escritora norte-americana que escreveu um ensaio intitulado "Como Matar o seu Marido" foi condenada a prisão perpétua esta terça-feira por matar o marido.

A sentença foi atribuída esta segunda-feira por um tribunal no Oregon, no noroeste dos Estados Unidos, que já tinha considerado Nancy Crampton Brophy culpada de assassinar Daniel Brophy.

Um júri constituído por 12 pessoas chegou a um veredicto após dois dias de deliberações e decretou ainda que a prisão perpétua só fica aberta à possibilidade de liberdade condicional após 25 anos (quando Nancy tiver 96 anos), escreve a BBC. A defesa já anunciou que vai recorrer.

A mulher de 71 anos terá assassinado o marido com quem estava casada há 26 anos para receber 1.5 milhões dólares (cerca de 1.4 milhões de euros) em seguros de vida.

O crime remonta a junho de 2018. Daniel Brophy, 63 anos, foi morto na escola de culinária onde dava aulas, no Instituto Culinário de Oregon, e encontrado no chão da cozinha pelos alunos.

A mulher foi detida em setembro desse ano e está presa preventivamente desde então.

A escritora, especializada em romances sentimentais com títulos como "O inferno no coração", "O marido errado" ou "O amante errado", negou todas as acusações, insistindo que o facto de a sua carrinha ser vista nas câmaras de videovigilância perto do local do crime era porque estava a conduzir na busca de inspiração para os seus livros.

A arma usada nunca foi encontrada, mas Nancy Brophy comprou uma de um modelo que corresponde às suspeitas, que alega ter usado apenas para dar realismo aos seus livros.

O ensaio "Como Matar o seu Marido", escrito durante um seminário dedicado à escrita, descreve a melhor forma de assassinar um cônjuge sem ser apanhado pela justiça.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de