Avião que leva passageiros nas asas prepara-se para descolar

A companhia aérea holandesa KLM vai apoiar financeiramente o projeto. O desenvolvimento de um avião em forma de "V", mais eficiente ao nível dos combustíveis, torna-se, assim, mais viável.

Um avião em forma de "V", em que passageiros, carga e tanques de combustível viajam nas asas. Chama-se "Flying-V", terá capacidade para transportar 314 passageiros e foi idealizado por Justus Benand, um antigo aluno da Universidade Técnica de Berlim.

O projeto está a ser desenvolvido na Universidade Tecnológica de Delft, na Holanda, e esta semana recebeu o apoio da companhia holandesa KLM, do grupo da Air France.

Pieter Elbers, presidente e diretor executivo da companhia aérea, afirmou, num comunicado citado pela CNN, que "nos últimos anos, a KLM tornou-se pioneira em projetos de sustentabilidade no setor aéreo", adiantando, ainda, que a empresa está orgulhosa com a "cooperação com a Universidade de Delft".

Com o objetivo de melhorar a sustentabilidade das viagens aéreas, este modelo promete reduzir em 20% o combustível consumido em comparação com o Airbus 350-900. A eficiência ao nível do combustível está relacionada com o design aerodinâmico. A diminuição do peso é também um fator importante para "maximizar os ganhos de eficiência permitidos pela nova forma do aparelho".

A localização dos lugares na estrutura da asa, o design dos bancos e até das casas de banho será inovador. No entanto, "o conforto do passageiro será sempre tomado em conta".

Roelof Vos, responsável pelo projeto de investigação, diz que esta inovação é necessária, já que a tecnologia para desenvolver aviões elétricos ainda não está acessível.

"A aviação é responsável por cerca de 2,5% de todo o CO2 produzido no planeta e a indústria continua a crescer", lembrou Roelof Vos, justificando a necessidade de "pensar em aviões mais sustentáveis".

Apesar disso, este projeto ainda é movido por querosene, embora possa "facilmente ser adaptado para utilizar inovações no sistema de propulsão", nomeadamente soluções elétricas.

A apresentação pública do "Flying-V" irá acontecer em outubro, no aeroporto de Schiphol, em Amesterdão, e está integrada nas celebrações dos 100 anos da KLM.

Voar neste avião, segundo a CNN, só será possível entre 2040 e 2050.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de