Biden alerta para ameaças à democracia dos EUA pelo "extremismo" de Trump

Presidente dos Estados Unidos criticou o fanatismo "cego" de alguns seguidores do antigo chefe de Estado.

O Presidente norte-americano alertou esta sexta-feira que os valores democráticos dos Estados Unidos estão a ser atacados por forças extremistas leais ao seu antecessor, Donald Trump, num discurso televisionado em horário nobre a partir de Filadélfia.

Com criticas explicitamente dirigidas ao movimento "MAGA", o icónico slogan de campanha de Donald Trump Make America Great Again [Tornar a América Grande de Novo], Joe Biden criticou o fanatismo "cego" de alguns seguidores do antigo chefe de Estado, a quem classificou de "ameaça" aos Estados Unidos.

"Muito do que está a acontecer no nosso país hoje não é normal. Donald Trump e os republicanos do MAGA representam um extremismo que ameaça os próprios fundamentos da nossa República", disse Biden, a partir do Independence Hall, em Filadélfia, local que foi palco de algumas das mais importantes decisões da história do país, como a adoção da Declaração de Independência e da Constituição norte-americanas.

"Não há dúvida de que o Partido Republicano hoje é dominado, dirigido, intimidado por Donald Trump e os republicanos do MAGA. E isso é uma ameaça para este país. (...) Os republicanos do MAGA fizeram a sua escolha. Eles abraçam a raiva. Eles prosperam no caos. Eles vivem não à luz da verdade, mas à sombra da mentira. Juntos, podemos escolher um caminho diferente", acrescentou o democrata.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de